Bolsonaro sanciona lei que dá carta branca a pistoleiros no campo - Programa de Índio nº16

Boa tarde  Esse é o programa de índio bem-vindo a mais um programa de índio  Estamos chegando ao próximo o número de  20 programas aí é sobre o programa de índio é um tema problema com tema né  As questões da Terra as questões indígenas e também algumas que são  Ambientalis né  E quem apresenta o programa sou eu o Renato  Mas a companheira Daniele Crespi que hoje não pode estar aqui  É mas mesmo assim a gente vai para tocar o programa  Que acontece toda quarta-feira às 16 horas  No programa aí para  Programa socialista é que tem essa visão marxista sobre os temas do Campo na e do meio ambiente  Essa semana  A gente vai discutir tem bastante coisa para discutir o tema principal  Foi o governo bolsonaro ter sancionado ontem  A lei que  Praticamente legaliza A pistolagem no campo  Tem uma Essa vai ser o tema principal mas tem muito mais coisa  É bastante coisa ainda sobre  A questão da Amazônia dos incêndios florestais né  Algumas questões sobre meio ambiente  E também que  A gente vai também comentar  Sobre os cortes aí na  Na Embrapa né  Quer  A empresa aí já está tal que faz pesquisa aí nas áreas ambientais das áreas de agricultura  É tanto do agronegócio como da Agricultura Familiar e que tá sendo aí prejudicado  Pelos cortes do governo bolsonaro e que mostra aí o capachismo do  Do governo  Então antes de entrar na nos assuntos daí não deixe de curtir o vídeo de compartilhar  Não o programa  Ever ajudaria  Edmund o programa  Tornar-se membro do da causa Operária TV né Por apenas 7 99  Você contribui aí para causa operaria TV aumentar programação né se manter  Materiais tudo  E contribui também para uma TV 24 horas na TV socialista em defesa dos Trabalhadores  É que a gente constrói aí para  Para combater aí para  Para servir como uma voz aí da da classe trabalhadora  Começando aqui o nosso o nosso tema  A gente começar aqui pelas  Sobre a questão do fogo na Amazônia né  A gente vem discutindo aqui bastante  Tempo sobre a questão dos incêndios florestais aí né que estão acontecendo toda a campanha que tá tendo aí na  Na questão do fogo o imperialismo se aproveitando aí para  Sobre o assunto para discutir  Até uma intervenção aí uma maneira de intervir  No território brasileiro no território rico que é a floresta Amazônia  E continuando nesse tema dos incêndios  Tudo aqui é um levantamento  Interessante  Realizada aí pelo o conselho indigenista Missionário  Junto com o Instituto Nacional de Pesquisas espaciais e internet e bolsonaro  Ataca e a gente tá  Descobrir nesse momento porque né  Mostrou aí que houve um aumento dos incêndios na Amazônia  Correndo  Mas esses aumentos estão justamente  O aumento ocorre de maneira  Mais agressiva  Dentro das terras indígenas  O levantamento aqui mostrou  80 houve um aumento de 88% dos incêndios dentro das terras indígenas  De Janeiro  Agosto  Este ano de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado  Esse levantamento esse esse crescimento do incêndios nas terras  Ele é maior do que o do que o aumento dos incêndios em todo território né houve um aumento em todo o território  70%  E é nas terras indígenas essencialmente  Pouco menos que 20% de 18% aumentou 88%  Dentro das terras indígenas  Isso vem reforçando  Que a gente vem discutindo aqui que o fogo não é por uma questão de produção né não é esse 100  Aí não são para produzir mais  Quais produtos agrícolas Mais Alimentos nada né  Ela está ligado principalmente a grilagem de terra e nesse caso aqui  Os incêndios tem tudo a ver com o que é mais uma maneira de atacar os  Também ocorre dentro das outras unidades de conservação dentro de assentamentos  Mas de uma maneira mais agressiva numa maneira maior dentro das terras indígenas mais uma maneira  É de atacar as terras indígenas já teve caso aqui no Mato Grosso  A terra indígena de 290 mil hectares Ela queimou por completo não estão  Há relatos de outras terras indígenas que o fogo destrói tudo inclusive  As costas do  Os indígenas mantém na  As Aldeias  Então vem mostrar que os incêndios não estão acontecendo de maneira maneira proposital  É estimulada pelo governo dentro dessas áreas para justificar  Para expulsar os indígenas não é para ser até uma maneira  20 me dar os indígenas aí tão tão lutando aí para ela  Para manter sua terra né  Eu estão lutando aí por um pedaço de chão  Nesse levantamento também mostra que  Aumentou  Não só o número de incêndios internos mas também  As terras indígenas atingidas pelos incêndios né aumentou em 18 para  19%  Número de terras indígenas no ano passado  231 terras indígenas foram  É afetadas pelo fogo  Daí nesse ano foram 274  Terras indígenas  Reforçar  Esse ano não é um ano mais seco que usamos anteriores  Se a gente tivesse aí  Algum problema  Alguma  Influência do  Doninho né no período mais seco tudo não esse ano  Não se observou esses  Esses fenômenos climáticos  Vem mostrando que mesmo assim os incêndios aumentaram  Justamente aqui pelo incentivo junto com isso  Os cortes na  No nos programas de combate a incêndio  Os órgãos que fiscalizam aí o latifúndio como  O Ibama e você me viu  Reforçando colocando isso daqui que  O fogo está sendo utilizado  É para invadir as terras indígenas é para gritar essas terras as terras públicas das unidades de conservação  Prata  Atacar os movimentos de luta pela terra  Dessa semana 11 caso aí grave foi o caso da  Município de Alter do Chão no Estado do Pará  Aqui decretou a Estado de  De emergência  Aí colocou aí a  E o município tá queimando e principalmente  Dentro do  Das terras indígenas nenhum  Um aumento gigantesco  É o município município muito grande também  E os incêndios estão sendo colocado que não tem o que tá sendo  É um metido aí pela imprensa pelo governo é que esses incêndios ocorrem principalmente  É nas terras indígenas  Nas lixeiras nas áreas que o que os latifundiários estão atacando  O mesmo assunto do  Dos incêndios né  Mostra o que tá acontecendo  Saiu uma reportagem aqui  Qual a polícia federal  Segundo as investigações da Polícia Federal que não é o caso aqui defender porque justo  A gente sabe  Atuação da polícia federal  Não só é  Na questão indígena em todas as questões as questões indígenas se chamar uma  Uma atenção especial né  Ele Segundo a polícia 15 mil hectares de três terras indígenas do Estado do Pará  Estão sendo desmatadas aí  Helô tiradas por grileiros de terras  Com atuação aí de topógrafo advogado para os políticos da  As terras  Indígenas aqui são a terra indígena e Itata de 142  A terra indígena arara de 274 militares e Terra indígena Cachoeira seca  Myride 734.000 hectares  Essas três terras indígenas teriam cerca de 15 mil hectares  Desmatados e divididos ainda em processo de grilagem  Então  Prisão no parque São do município de Altamira  Então  Mostra o tamanho aí da  Das invasões aí das terras indígenas é de maneira  Com todo o apoio do governo  Cabe aqui colocar aqui se a polícia federal tá mostrando que é 15000 hectares esse número deve ser muito  Que a polícia federal todo mundo aqui sabe que ela atua  Em favor da grilagem de terra em favor dos latifundiários  Relembrar aqui que no caso do assassinato lá do garimpeiros né do  Na terra indígena  No estado do Amapá  Laudo da Polícia Federal foi de foi contra todos os sentidos próprios  Emitido pela própria Polícia Federal inicialmente da FUNAI tudo da Polícia Civil  É de assassinato a polícia federal colocou o laudo definitivo como sendo afogado  Relembrar esse caso Porque é importante se a polícia federal  Falou que aqui metade esse número deve ser muito maior  Isso é só uma medida para mostrar a polícia federal deve tá fazendo isso diante de toda  A pressão da opinião pública né que tá mostrando aí que tá revelando toda essa  Toda essa destruição toda essa  Isaac contra os movimentos indígenas de luta pela terra  E aí para mostrar aqui que a polícia tá trabalhando eles mostram isso daí né mas  Esse número deve ser extremamente maior  E aí só vem reforçar  O apoio aí do governo a toda essa  Essa  Esses ataques aí  Ao movimento indígena Leal  A luta pela terra na demarcação e contra  Os latifundiários  Então fica aí a  Essas denúncias nesses esclarecimentos essa discussão aqui  E a gente está colocando  E aí fica  Como um reforço aí para  Nessa questão dos incêndios florestais não tem nada a ver com produção agrícola não tem nada a ver com  Abrir novas áreas para produzir sim  Grilagem de terra e o fogo usado para reprimir esses movimentos  Vamos ver aqui se  Entrando agora não que é importante é que a gente  Já entraram no assunto principal e tem tudo a ver com  Por isso que a gente está debatendo aqui né  Ontem na terça-feira  É o presidente legítimo aí o Jair bolsonaro  Ele estacionou projeto de lei né  3715 de 2019  Aprovada na na cama  É que que diz essa lei ele amplia a a posse de arma  Dos latifundiários aí  Nas propriedades Rurais  É uma o latifundiário aí os Pistoleiros contratados Eles vão eles vão poder  Andar armado por toda a extensão da propriedade  Pela legislação antes da aprovação da Lei  Essa uso da arma não é o porte de arma só estaria restrito  As sedes das casas da fazenda e não no na totalidade da  Cidade Rural  Com a lei isso fica aberto  É o projeto de lei de um senador latifundiário do  Do Democratas de Rondônia neste mana chamado Marcos Rogério  E vem essa lei bem justamente para reprimir  Ainda mais  Léo os movimentos de luta pela terra principalmente os trabalhadores sem terra aí que realiza  Ocupações de terra  É para  Para denunciar grilagem para denunciar  Latifúndio  Isso vai que que para que que serve isso isso né  Há o uso né dos latifundiários das Armas na propriedade rural já era já era  Latifundiário Não respeitava essa essa legislação de uso da  Das Armas somente dentro das residências  Para quem  Já viu Já andou no campo esse uso é ele era né  Feito de maneira ilegal Mas ele já existia  Nas propriedades rurais aí nos latifúndios os próprios latifundiários mais principalmente hospital  Já fazia uma Honda dos latifúndios dos latifúndios  Já havia a intimidação aí a pulseira sem terra indígenas quilombolas  Next se ocupavam dessas terras  Mas agora a legislação  Ela permite legaliza aí se dá o aval  Para que esses latifundiários  Os Pistoleiros atuem de maneira irrestrita  É isso é extremamente grave né o outro aqui  É a legalização da pistolagem medo da violência no campo porquê  Daí vai justamente o latifúndio agora vai atuar da maneira que ele quiser porque a lei  Tá permitindo que Ele ande na propriedade  E defende essa suposta propriedade  Como o uso da da arma né então  Isso vai essa medida  Vai atacar vai aumentar  De maneira exponencial a violência no campo agora  É isso já aconteceu mais agora com o aval da lei  Então já existe o incentivo do governo para isso né  É de maneira aberta mas agora existe além do incentivo a legislação aprovada aí  Vai permitir isso e vai  Isentar os latifundiários e A pistolagem aí  De qualquer responsabilidade aí por  Conflitos por mais violência no campo  Então  É uma coisa para ser  Discutida de batida né o negócio que os movimentos de luta  Pela terra  Tem que se colocar contra  É isso né tem que ir  Denunciar essa medida é o debate que tá tendo a esquerda  Colocando tudo né lendo sobre  Esse assunto  Que só aumentaria a violência no campo justamente aumenta  Mas isso não quer dizer que a gente não tem que lutar para que o trabalhadores do campo se armem né  Sabe  Como é que isso daí vai se  Vai se dar no no dia a dia alí dos acampamentos das Aldeias  O latifúndio tá tá armado  Sem terra estão desarmados  A gente tem que denunciar essa medida do governo bolsonaro que é uma medida dos latifundiários  Que tá sendo de maneira intencional para aumentar a violência contra os trabalhadores do campo  É mas a gente tem que denunciar também que isso é armação lado  Isso daí a gente não pode ficar à esquerda os movimentos de luta pela terra  Reforçar não pode ficar com esse debate de quê  Arma  Na mão da população dos trabalhadores sem terra  Vai aumentar a violência de maneira exponencial não tem terra tem que ter o direito  Iniciar mar  Nessa medida mostra  A intenção do governo é erradicar mesmo os movimentos de luta pela terra toda a esquerda  O que vem pela frente exige a necessidade do armamento dos trabalhadores do campo é um direito democrático  Direito  Que  Tem que ser  Colocado em prática  Principalmente que já seria uma condição normal já seria um direito fundamental mas principalmente nessa  Nesse cenário nessa  O momento que  E uma ofensiva ao fim Siva dá direito aos latifundiários tomaram conta do governo  Então nós temos que lutar por isso daí né  Todas as instituições do estado e toma atuando contra os trabalhadores do campo  De maneira violenta de maneira  Para matar de intimidação  Os movimentos de luta pela terra tem que ter  Esse direito então  Amor não só os movimentos de luta pela terra todos os trabalhadores  Mas nesse caso aqui tem que ficar claro  O que é um aumento isso daí é uma declaração de guerra  Agora em forma de lei  Contra a luta pela terra além de todos os ataques que estão acontecendo aí corte de recursos  Acabar com a  Qual a demarcação demarcações de terra acabar com a criação de novos assentamentos  Né acabar com revogar os assentamentos que estão em processo de as áreas tem  De criação de  Projeto de assentamento  É agora vem essa medida  O que é uma carta branca para os latifundiários atacarem os movimentos de luta pela terra  De maneira aberta  Uma coisa que tem que ser que que também  Já chegou a nossa opinião deveria ter  Também está dentro desse debate é que essa medida  Band encontro com outras que estão sendo colocadas aqui inclusive já está com já existe proposta na  No Congresso Nacional  Black é de criar  E a não colocar como as ocupações de terra  E as organizações que  De  Os trabalhadores de luta pela terra  Organizações terroristas né colocar o MST como organização terrorista e as ocupações de terra  Como atos terroristas  Vai ser uma primeira o primeiro passo nesse sentido né  Coloca  Primeiro você coloca isso vai aumentar violência no campo  Um lado tá armado e com  O aval e com a lei  Né a seu favor o outro lado desarmado  Não é o outro lado com sujeito a  Toda essa violência  Daí é mais um passo para colocar porque isso vai ser  Conforme aumenta a violência você vai entrar nesse debate discussão  Já existe esse processo de  De colocar como organizações terroristas e logo o próximo passo seria  Colocar exatamente  O MST  Movimento de atingidos por barragens pequenos agricultores tudo colocar como  Organizações terroristas  É que só ajudaria que contribuiria aí para atacar  A luta pela terra  É mais uma medida extremamente grave não apareceu  É uma declaração de guerra aberta aí contra o  Os movimentos de luta pela terra  E tem que ser denunciado  É nesse cara tudo que a gente tá vendo aí  Existe uma paralisia  Uma confusão política do  Esses movimentos de luta pela terra  É o que a gente tá vendo aqui  Diminuiram as ocupações de terras nenhum diminuíram as ações  É desses movimentos  Então  O que que o Governo está fazendo conforme ele vai dando os passos nós vai colocando essas medidas  E não tem  Uma  Uma resposta dos movimentos sociais dos sindicatos dos partidos de esquerda das organizações  O governo vai  Colocando uma série de outras medidas cada vez mais  Criminosos uns ataques mais direto  A esses movimentos x essas organizações  É isso vai levar  A uma derrota Total não é uma política do serviço suicida  Desce das organizações de esquerda dos partidos políticos e da  Os movimentos sociais o debate tem que ser feito é uma reação né  Uma reação  Tem que ter ocupação de terra tem que ter fechamento de rodovias na entrar nesses  Movimentos da cidade sindicatos partidos políticos tem que entrar nessa luta do  Movimento de luta pela terra aí né Deus dos movimentos  Esquerda do Campo  Me ajudar a entrada da Linha de Frente  Para realizar suas ocupações em massa e derrotar o governo várias medidas aí  Essa mostra inclusive que não dá para esperar até 2022  Você viu aí que se a gente esperar até 2022  A gente vai  Não vai sobrar ninguém  Não vai sobrar uma árvore  Não vai sobrar terra para  Para indígena nada porque isso daí vai ser entregue aí de mão beijada  As empresas imperialistas para os latifundiários  Que a gente sabe que vai que vai  Fazer aí o governo é  Entrevista capacho né o governo ilegítimo  Do fascista Jair bolsonaro  Nesse  Nessa mina esse mesmo assunto de governo entrevista  Você parou aqui uma uma matéria importante que saiu  O que é muito importante para agricultura brasileira inclusive para o próprio agronegócio que foi  E a Baraúna  Grande base de apoio do governo bolsonaro que tá sofrendo ataque aí né o gol  No orçamento aí para 2020  Anunciou que vai cortar  45% do orçamento da Embrapa  Não sei se o pessoal  Fazendo programa conhece mas Embrapa Empresa Brasileira de pesquisa agropecuária  É uma empresa estatal  Que faz pesquisa para o  Nessa área net  Da agricultura da pecuária  Não é para desenvolver a agricultura brasileira tanto por agronegócio tanto para agricultura familiar  Os assentamentos  É o maior site de uma empresa  Entidade de pesquisa muito importante  Conhecida mundialmente  Importantíssima aí para o  Principalmente para o agronegócio dá para desenvolver novas variedades  Melhorados resistente à seca é que exigem menor quantidade de ar  Cubo mais produtiva se tem uma série de  De pesquisa nas áreas culinária  De Meio Ambiente  E aí o orçamento vai ser cortado aí pela metade né então  Mostra que a gente acabou de discutir do capachismo do governo  Governo é tão entrevista que ele não respeita nem a base de apoio de linek  O agronegócio  Mac porque isso daí Porque essa é a Embrapa as pesquisas da Embrapa deixa agricultura brasileira  Produtiva  E aí  Isso afeta né  As os países aí desenvolvidos e as exportações tudo do brasileiros que aumenta  Quem produz um produto mais  Maior quantidade mais  É sim então isso daí é mais um ataque à toda agricultura né  Agronegócio e Agricultura Familiar  É uma atitude de capacho aí do governo  Que afeta uma das principais dos principais setores da economia do país que é o  Agricultura e a pecuária  É uma  Tem um ataque aí estrondoso  Pesquisa de setores e que vai acabar levando  Com outros conjuntos agricultura família já houve o corte no orçamento  Se acabar agora de Tanguá  Uma pesquisa vai que vai para o buraco meu agronegócio  Ainda tenho um certo apoio do governo mas que tá caminhando  Não é para  Para entregar aí a governo bolsonaro entregar todas tá  A parte importante da economia nacional  Para as empresas estrangeiras aí beneficiar  Os países imperialistas aí com relação a  A agricultura  Na outra  Entrando aqui em outro  Outro  Outro Nosso letra  O que é  Mas nessas áreas na área ambiental a gente viu no finalzinho agora da semana  Grupo side  Garimpeiros que foi relatado como garimpeiro  Atiraram fogo aí no  Nos prédios e nas  No nos veículos tudo não  Do Ibama na semibil  Na cidade de Humaitá  Não é no Estado do Amazonas né  Já houve aí o governo já  Já cortou os recursos aí da  Exclusivitá para fechar esses escritórios aí do Ibama de você me deu nessa cidade né que se foram os últimos que  Restaram aí em todo  Estado do Amazonas gigantesco  Ir para além dos cortes e dá notícia do fechamento agora  Essas unidades são atacadas aí pelos garimpeiros né que foi  Invadiram esses locais  Tacaram fogo em tudo  Saíram desses locais e também entraram a invadiram o prédio do INCRA né  Instituto Nacional de colonização e reforma agrária  E também tentaram destruir lá  O prédio também colocaram fogo nesse  Nesse local  Que mostra né esses incêndios aí Nostra né  É uma Retaliação a uma uma atividade de garimpeiro  Dentro de terras indígenas e unidades de conservação  Do Rio Madeira Ltda da região também  Isso daí me mostra como os garimpeiros aí  Não estão sendo estimulados estão atuando da maneira que querem né que estão atuando ainda  Sabe que não vai acontecer nada com eles porque tem o aval do governo a gente já reforçou aqui  No começo  Que a polícia federal tirou acusação dos garimpeiros da saci  Os garimpeiros lado aí Amp  O assassinato do Cacique Amp lá no no Amapá  Agora  Essa ação de incêndio dentro de si  Foi revelado aí vazaram alguns áudios  Dos garimpeiros em conversa com o ministro da casa civil Onix lorenzoni  Tony e do ministro do meio ambiente Ricardo Salles né o passista Ricardo Salles  Interesses dos garimpeiros da região do Amazonas e do Pará  Cobrando  Punições ao IBAMA e o Instituto Chico Mendes de conservação  No mesmo momento que tem esses incêndios  Vai tenha os áudios que vazaram dessas conversas Entre esses dois os ministros aí  Da casa civil e do meio ambiente  Junto com os garimpeiros  Pedindo aí ações contra o Ibama e contra Instituto Chico Mendes por causa dessas ações de  Terras indígenas e unidades de conservação  Importante  Pontuar  Que essa reunião do Onix lorenzoni do Sales  Não estavam nas agendas oficiais dos dois por que aconteceu debaixo dos panos  Mas não tem nada oficial  Que sabiam que ia acontecer né sabia que essas conversa  Reveladas e agora  Veio ao ao caso  Tem até  A gente não conseguiu arrumar aqui mas  O áudio né mas tenha  A conversa aqui que mostra entre eles  Conversa entre o Onix E o Sales junto com esses os garimpeiros  Os garimpeiros tinha organizado  Várias ações vários incêndios a invasões dessas  Reservas indígenas e áreas de proteção  Eu mostro porque os garimpeiros estão se sentindo à vontade nesse momento  Google bolsonaro foi até o  Sua visita Acho que uns dois meses atrás na cidade de Manaus ele falou que ia legalizar o garimpo  Legalizar o garimpo dentro das terras indígenas  Então com todo esse aval que tem  Os ministros aí atuando para segurar os órgãos ambientais da Polícia Federal  Dissimulando os crimes aí contra os indígenas e as mineradoras  Cada vez mais  Esses garimpeiros atividade desse garimpo  Amostra por quê  É o quê  Os garimpeiros aí sente à vontade tem esses insetos  E que acontecem os assassinatos do Campo  Isso o apoio que os garimpeiros estão tendo do governo é tão grande  É que o a gente pegou um caso aqui o superintendente do Ibama do Pará  Exonerado  Em menos de  De duas semanas  Era o coronel da PM de São Paulo Evandro Cunha dos Santos ele foi  Nome da superintendente do Ibama no Pará  E após todas essas ações que ele tinha dado uma declaração  É para protegendo que ele falou que em público não é no mar  Uma atividade pública que ele ia  Real Madrid último audiência pública na cidade de Altamira também no Pará  Ele colocou afirmou  Que protegeria o garimpo ilegal  Na declaração dele ele disse que ele era contra  A destruição dos equipamentos aí dos garimpeiros ilegais  Das balsas do garimpo de material dos garimpeiros  As construções que o garimpeiro farinha dentro das terras indígenas  As unidades de conservação  Letícia é previsto na lei  Daqui para tempo de ali  As terras indígenas locais são proibido esse tipo de situação não teria comum  Fazer esse tipo de exploração e esse coronel da  Da PM aí deu essa declaração  Rapidamente  O governo viu a repercussão exonerou  Esse Coronel Mas isso não significa que o governo não concorda  Com o Coronel aí dá  Da PM  Mostra  Por causa da repercussão que teve né mostra que não  O apoio a  Essa medida tomada pelo governo  É só farofada né mente como todo que tá sendo feito na própria ação da polícia federal  Para combater o garimpo tudo  A gente sabe que isso daí não diminui em nada né  As ações né  O desmatamento garimpo está é só uma farofada né  Vai jogar daí para  De imprensa para diminuir a pressão mais que  O que os garimpeiros aí continuem de maneira  Atuando de maneira  Tranquila  É que o governo não vai tomar nenhuma medida certa para combater  Esse tipo de de atividade  Um Bom exemplo disso  É o exército na para combater o fogo né o exército aí vai  Já está um bom tempo  E onde a gente tá vendo que um dia o exército está atuando os incêndios não estão diminuindo né  Alter do chão aí município aqui  E declarou emergência  Não diminui porque o Ash não tá aí para apagar o fogo pelo contrário  Falar para reprimir a população reprimi-los  Os movimentos de  De lutar  Pela terra tudo os indígenas  Conforme essas medidas vão ser aprovadas aí  Governo ganhar provando né agora essa medida da pistolagem de legalizar solar  Legalizar o  O garimpo em terras indígenas legalizar O agronegócio dentro das terras indígenas  Revogar unidade de conservação e para que serve  Wesley  Tudo isso tá acontecendo nesse caso dos garimpeiros atacarem fogo assassinarem  Não é tudo  A gente vê aí todas essas denúncias tudo que vem ocorrendo  Que faz parte  Da política do governo de atacar  Os esses movimentos aí de luta pela terra tudo né  Vamos  Começar aqui continuar o nosso  O nosso tema  O nosso tempo já está se esgotando mas esse último tema tem tudo a ver  Que a gente tá dizendo da  Sobre as queimadas na Amazônia e uma possível intervenção aí do imperiale  O que os incêndios na Amazônia vem ocorrendo esse fato que vem aumentando é fato que  Incentiva isso ela  Vem acontecendo de maneira descarada não só na Amazônia  Mas em todo país  Mas o foco tá na Amazônia em vídeo mostra porque que eu quero  O que a gente tá  Isso vai é ocorre no Brasil inteiro  De atenção especial na Amazônia por quê  Esse da onde eu queria discutir ido  Uma crônica o trump está preocupado com a Amazônia é porque eles querem intervir  Ali nessa  Grande parte do território brasileiro e Rico  Do país uma parede em uma parte importantíssima do país  É o seguinte o governo do Mato Grosso do Sul que o governo de latifundiário né  Do governador do tucano aí Reinaldo Azambuja conhecido latifundiário aí  No estado  Decretou estado de emergência também  É no estado do Mato Grosso do Sul devido a As queimadas né  Segundo o próprio os dados do próprio governo  Nos últimos 40 dias explodiu aí os focos de incêndio na região  Já chegaram aí o resultado  3304 focos de incêndio  Na região do Pantanal  Mato-grossense  E queimou cerca de um milhão de hectares  É muita Terra aqui  Que foi queimado  É numa área  É importante aí do país  Cheia de latifundiários  Cheia de  Indígenas aí que lutam pela  Demarcação do seu território aí que vivem aí dentro do  Dessa região  Ué mas que não é dada a mesma  A mesma importância e nem pelos  Pelo  O governo brasileiro nem muito menos pelo governo internacional que não tá ligado que não tá interessado  Nas questões ambientais né tá desligado  Mostra aí que  Do mesmo jeito que existe as incêndios aí não  No Pantanal que chegam aí a 1 milhão segundo os dados oficiais esse número também  Deve ser muito maior um milhão de hectares  De Pantanal aí que foram incendiados  É lógico que  Nessa discussão você sempre rebatem que discutir aí com  Setores da MG no estudo da esquerda ou questão com  A intenção com mais intenções né que vai mas  Amazônia Floresta não se queima o pantanal  É uma área  Úmida tudo que é um  Espécie de pastagem uma Várzea tudo mas a gente sabe  Que não tem nada a ver com isso né que seria uma discussão que não  Não tenho médico até porque no Pantanal existe áreas do Pantanal  Com flores  É mas que o fogo está sendo utilizado da mesma maneira lá no norte ou em outras regiões do país  É dentro das terras que estão  Sendo reivindicados aí pelos índios por sem terras quem sabe o que acontece é são incêndios para abrir novas  Dentro do Pantanal aí pa  Para grilagem de terra  Mas que não tem a mesma  Divulgação aí o mesmo  Impulsionamento aí contra o governo tudo para justificar uma intervenção como no caso da Amazônia que é um desses três  Estão querendo atacar ela aí  Fazer uma intervenção  Então fica aí ó  Esses dados foram levantados iPhone mexer  Os dados de incêndios no país inteiro são  Gigantesco né a gente sabe que  Vem aumentando no cerrado na própria Mata Atlântica  Aí tem um um vídeo aí dos incêndios no no país  A gente dá para ver a próxima do  De Campo Grande até o pantanal vários com vários pontos de  De incêndio  Que tem tudo a ver aí com o que a gente tá  Tá colocando  Os incêndios vem crescendo uma medida de incentivo do governo  É 27 em áreas indígenas em áreas de conflitos de terra que a gente sabe  Para que que serve o fogo para reprimir para para intimidar os movimentos de luta  Pela terra  Nesse caso da Amazônia os incêndios estão servindo para uma possível intervenção  Por mais que se fala aí eu ia dar conspiração a gente sabe que não é  Destiny  Fazer uma discussão mais séria tudo sabe que  Existe uma intenção  Existe um imperialismo sabiá da riqueza da região Amazônica não só da  Da floresta da diversidade Mas também de recursos minerais  Recursos  Própria terra para agricultura  A gente sabe que Amazônia não é uma coisa só não é Noel  Tenho  Dentro da Amazônia tem Cerrado em Campo Tem áreas muito úmidas áreas que não são tão humanos  Eu sou uma de uma diversidade muito grande que o imperialismo tá de olho  Aí Nessas horas  Nosso tema já tá  Nosso tempo já está se esgotando  Esse é um pouco do que dos acontecimentos aí da recentes da semana né o assunto  Que que a gente debate que tem  Importantes e colocado  De um ponto de vista  Marxista né dos Trabalhadores  Então vamos acho que a gente encerra por aqui  Não deixe de curtir o vídeo não deixe de compartilhar  O vídeo para o  Programa  Fica conhecido né para a gente ter mais  Mas audiência  Melhorar o programa vocês darem sugestões aí para a gente estar colocando aqui no programa né  Matérias vídeos denúncia  A gente coloca no programa da semana ou na próxima semana  A gente pode encaminhar  Coisas que vocês passem para a gente aqui  Passando o chat no comentário da matéria  O pessoal do Diário da causa Operária né para redação  Thaila escrevendo sobre o assunto é sobre as denúncias  Então a gente fica por aqui não deixe de se tornar um membro também da causa Operária TV  Fortalecer uma empresa dos Trabalhadores em uma empresa Operária ajudar a gente até uma  Uma empresa saiu da TV Tem uma programação de 24 horas por dia  Envolver mais gente mais equipamento  Ficou claro aí nesse no aqui o partido da causa Operária a gente com os comitês de luta com  Realizaram aí em Curitiba é que a audiência foi imensa né então no dia te ver  A mente de um milhão de pessoas visualizaram aí  Todas as redes do partido da causa Operária chama grande conquista não só para o partido da causa Operária  Show da Luna  Contra o golpe da luta contra  O governo do bolsonaro da outra contra o direita na luta pela Liberdade do Lula  Na luta por uma imprensa  Operar uma empresa dos Trabalhadores  É que a gente sabe como é que a imprensa  Da burguesia Trata esses setores então não deixe  Participar no próximo programa na próxima quarta-feira às 16 horas  O programa de índio  É apresentado por  Renato farac pela companheira Daniele Crespi que hoje não pode estar participando um programa que fala sobre a luta  A Terra é uma praga que fala sobre as questões indígenas e sobre o meio ambiente de agradecer a todos os participantes  O pessoal aí que mandou mensagem  No chat  Não é o pessoal que vai ver o programa então até a próxima quarta-feira às 16 horas muito obrigada