A data do julgamento de Lula no TRF4 é para evitar a mobilização popular

nosso tempo o nosso tema hoje é  justamente a questão do julgamento do  ex-presidente lula em segunda instância  pelo tribunal regional federal número  quatro de porto alegre  como todo mundo sabe é essa semana na  no meio da semana apareceu a notícia de  que o julgamento seria no dia 24 de  janeiro  evidentemente que a escolha da data é  oportuna diz muita coisa a escolha desta  data porque nós temos aí a partir de  agora hoje é dia 16 de dezembro  nós teríamos aí começou um pouquinho  mês e dez dias aproximadamente  para responder a essa ação que é uma  ação decisiva no marco da política  nacional no marco do golpe dentro da  política nacional e com um conjunto de  feriados no meio  é evidente que em primeiro lugar que as  pessoas que marcaram essa data  elas têm a preocupação de que não  haja uma resposta contundente massiva na  ampla é contra mais essa medida  discricionária essa medida de exceção  que está sendo levado adiante para  impedirá a candidatura do ex-presidente  lula na eleição 2018  essa é a questão da data  ela revela também os erros graves né  da da esquerda nacional no que diz  respeito à luta contra o golpe porque  é evidente que ao marcar para o dia 24  janeiro com a burguesia de conjunto  considera que o movimento está  desmobilizado que não tem mobilização  é que têm dificuldade de reagir e  colocado em uma data como essa que em  plenas férias é tendo no meio né  natal ano-novo festas que dificultou  mobilização  eles acreditam que a reação tem de ser  extremamente fraca a ao julgamento  porque tudo no final das contas é um  problema de relação de forças  vocês vejam o seguinte né  essa essa própria data ela mostra que o  que os golpistas também é a  mobilização popular porque a data foi  escolhida para inviabilizar uma  mobilização popular e se poderiam ter  feito isso daí março  mas logicamente que em março a  situação estaria muito mais quente do  que em janeiro quando a situação vai  estar bastante frio um dos períodos de  maior é disse mobilização política  no brasil  entao isso deixa deveria ser uma  indicação de que o problema se coloca  no terreno da mobilização popular  os golpistas não vão recuar diante de  ações judiciais manobras políticas  discursos parlamentares né eles estão  decididos a levar à frente a  condenação é do lula estão decididos  a levar a frente é a sua exclusão das  eleições só vão se deter se houver  realmente uma uma mobilização popular  essa é a primeira questão que a gente  teria que levar em consideração  nós da causa operária tv queremos uma  tv que fica 24 horas no ar para rebater  todo o monopólio da imprensa golpista  para isso precisamos do dinheiro  precisamos  sua contribuição para contribuir é  só entrar no link que vai aparecer aqui  na descrição e contribuir com o quanto  puder e o quanto quiser  é isso aí