Lula: a figura chave da política nacional

no o do ponto de vista das perspectivas  políticas pro do ano de 2018  nós já vimos isso aqui em 2017 mas em  2018 vai ser muito mais complexo  o problema é uma figura central na  situação política isso toda todos os  setores sociais todas as camadas sociais  que fazem política no brasil vão ter  que encarar o problema e não certo  sentido encontrar uma solução na forma  de uma determinada política é a  questão lula  a burguesia ingenuamente acreditou que  ia fazer uma campanha de corrupção  isso no brasil né  e com a campanha de corrupção e acabar  com lula eles fizeram a campanha  corrupção tomaram o poder e aconteceu  uma coisa que nós prevemos muito antes  de acontecer o seguinte a hora que o  pessoal vice né a verdadeira face do  golpe  o pessoal ainda não viu inteiramente à  venda agora na hora que o pessoal vice a  verdadeira face do golpe só ia até a  casa do lula ia pedir pelo amor de deus  para retomar a presidência da  república que é o que está  acontecendo não é que a gente tivesse  bola de cristal nem nada é uma coisa  meio albufeira a quem que vai em nome da  de acabar com a corrupção quem é que  vai querer morrer de fome  não faz sentido nenhum pra ninguém  isso daí só por toda a cabeça de uma  classe média um setor da classe média  tensão de sido aí que perdeu a noção  do mundo então agora nós temos aí a  seguinte situação o problema chave no  brasil  um dos problemas chaves um dos eixos da  situação que vai estar presente o ano  inteiro é o problema lula é para a  gente entender o que nós queremos dizer  o seguinte o lula ele é com o fogo como  várias  ele é um personagem um tipo político  que não é original assim não é uma  novidade na história da américa latina  e do mundo os países como o brasil os  países latino-americano outros países  atrasados  eles têm uma série a tendência a  criar esse tipo 1 do líder nacionalista  popular a gente na tv o perón erol  enquanto ele viveu do momento que ele  começou a sua ascensão ao poder em  1945 até quando ele morreu  nos anos 1970 a situação política  nacional não podia se definir sem a  figura dele então os militares eu  coloquei derrubaram o governo colocará  no exílio  ele teve que voltar contra a vontade dos  militares é uma coisa muito complexa  porque ele era uma figura chave e assim  vários países tiveram esse tipo de  figura lei assim não adianta você  fazer uma uma campanha de jogar lama  nele pra acabar com a popularidade dele  poderia até acontecer mas o fato é que  é difícil  é também que o lula é saiu e nas  caravanas e mostrou que ele tem um  imenso apoio popular ele o nome dele  começou a subir na pesquisa essa coisa  toda é uma figura decisiva  quer dizer aí há o processo político  do ano de 2018 em grande medida ele gire  em torno de saber se é lula ou não é  lula  isso daí já está ocasionando uma  crise muito grande em vários setores  a direita nem falava à direita na  imprensa golpista burguesa só se  discute qual seria a alternativa lula se  traz uma pessoa de fora se foi o alckmin  após o funcionário se isso é o que  mais o problema já não é qual é o  nosso candidato preferencial é como  enfrentar o candidato adversário a  liderança do lula na esquerda também a  mesma coisa  a esquerda toda o psol essa semana aqui  o marcelo freixo de uma entrevista e nos  jornais vão comentar um pouquinho  falando que precisa também de um  candidato anti lula diz que vistas  ele está propondo a candidatura do  bolos  isso daí o é esse problema esquerda  vai ter que resolver é toda a esquerda  vai enfrentar mais uma etapa de crise  assim como eles enfrentarão uma etapa  de crise muito grande diante da questão  do golpe de esquerda ficou vai ter copa  e não vai ter um golpe vai ter um golpe  não vai ter quando teve o golpe foi  golpe não foi golpe golpe no golpe e  tal depois do golpe continuam na luta  contra o golpe vira a página do golpe  quer dizer à esquerda em 2017  passou o tempo todo lá como hamlet ser  ou não ser eis a questão é igual ao  que eu mais golpe  sou contra o golpe eu sou a favor do gol  ok agora inclusive uma parte da esquerda  tirou matérias falando que o lula não  deve ser defendido que é picareta que o  ladrão e tal que não tem nada não é  político o negócio é perseguição  política distrital é um problema para  a esquerda um problema para direito quem  não conseguir se define claramente  diante da questão vai ter uma  situação muito complicada em 2018  e me parece que a esquerda não vai  conseguir a maior parte dela né não  vai conseguir se posicionar na luta que  está se desenvolvendo entre a direita  ea esquerda que está centralizada numa  certa medida na figura do lula e vai  sofrer uma grande crise política  inclusive setores de esquerda dentro do  pt é que também não sabem exatamente  como encarar essa questão  então esse é um dado também  fundamental para o para o ano que vem  que vai ter que ser colocar nós da  causa operária tv  queremos uma tv que fica 24 horas no ar  para rebater todo o monopólio da  imprensa golpista  para isso precisamos do dinheiro  precisamos da sua contribuição para  contribuir é só entrar no link que vai  aparecer aqui na descrição e contribui  com quanto puder e o quanto quiser  é isso aí