Universidade Marxista nº 72 - O capital, parte 8, com Rui Costa Pimenta

Olá a causa Operária TV Já possui o recurso de membros do nosso canal O que é isso  Nada mais é do que  Uma um recurso para você assinar o nosso canal e ser um contribuinte mensal com apenas r$ 8  Nos Ajuda a fortalecer esse canal revolucionário independente e socialista  Quem arruma aí para o 100 mil inscritos você agora além de ser escrito além de mim  Divulgar o canal de contribuir  De todas as formas você pode ser um membro  Além de contribuir participar também  De transmissões exclusivas que a gente vai  Liberar apenas para os membros e ainda você vai poder também participar de um sorteio para vir aqui no  Participar dos debates de alguns Nossos programas que você conhece bem  Nossos programas semanais em Diário portanto não perca tempo seja um membro do nosso canal  Rua com a causa Operária TV e nos ajude a fortalecer  Essa imprensa nesta TV Operária revolucionária e também nos ajude a alma  A nossa programação para TV 24 horas por dia 7 dias por semana  Eu espero você como um membro da causa Operária TV Muito obrigado e contribua conosco  O que nós vimos até agora no nas diversas exposições  Essa aqui é a Nona a décima exposição que a gente faz  É o livro 1 do Capital que trata  Do processo de produção capitalista  É o mais importante  Do ponto de vista  Teórico  E também foi o único que o Marcos efetivamente terminou  Os outros dois ele deixou inacabado se eles  Completados mas  Não foram efetivamente completados como Marcos Farias  Particularmente o livro 3  Ah muita coisa aí  Incompleta  Quando a gente ver aqui uma ideia é importante a seguir  Quando a gente ver o processo de produção capitalista  Nós estamos vendo  Um processo que é relativamente  Como é que se diz definido  Até certo.  Ele em comparação com o restante do funcionamento da sociedade capitalista  Ele tem um caráter relativamente estático  Nós vimos aqui o problema  Teórico da produção formação do valor  A exploração do trabalho mais valia  Nós vamos todos esses aspectos são profundamente Theory  Os outros aspectos da produção capitalista e já tem  Um cara até mais técnico que é o que vai aparecer no livro  2 e 3 né  Nesse sentido  A discussão do livro 23  Ela meio que entra aqui de atravessado no debate  Por que você não  Não tenho as condições de tempo de explicar efetivamente  Aquilo que o livro 2 e 3 contém  Particularmente o livro três Então nesse sentido  Então vamos fazer aqui só  Introduzir alguns problemas mais importantes para que a gente tem uma ideia  E como é que continua  Análise do processo  Funcionamento do capitalismo  O que que nós temos que levar em consideração quando a gente vê isso daí eu tenho que levar em consideração os seguintes  Nós vimos toda a parte DK magasin oculta do capitalismo valor  A mais-valia  O valor de troca todas as coisas  Só temos que entender que esse processo  O que foi analisado Teoricamente  Ele a produção capitalista vai para superfície do mundo capitalista  E aí é uma enorme movimento econômico  No mundo real  Quer dizer que é um movimento econômico que vai num certo sentido né  Muito além do processo de produção propriamente dito  A troca  Tá todo Marcele de coisas que fazem o funcionamento do capitalismo O que é extremamente variado em conta  Com a primeira parte do processo que nós analisamos  Há uma enorme movimentação Econômica  E essa movimentação Econômica que existe no mundo  Tal como nós percebemos né Essa movimentação Econômica cria um número  Enorme de novas formas econômicas  Nós vimos aqui o problema da forma né  E nós sabemos a  Por experiência pela discussão no primeiro  Soma do capital do primeiro livro do capital  Que a forma é uma das maneiras é a maneira através da qual se processa  O movimento  Ele deve assumir uma forma para se desenvolver nós vimos que é evolução  Capitalista uma evolução das formas  Nós vimos até quando a gente analisou a circulação que a circulação é uma  De forma permanente está certo  Quando o capital as mercadorias elas entram no circuito enorme das  Capitalista  Então para possibilitar esse desenvolvimento esse movimento todo  É necessário criar formas cada vez mais específicas  Deu certo nesse sentido  O terceiro livro que tem o título de o processo global de produção capitalista  Assunto  O que é muito variado muito complexo do ponto de vista da quantidade de problemas que apresenta  Ele não é Teoricamente tão complexo quanto livro 1  O que é Teoricamente a parte mais importante do capital  Mas ele é complexo por essas coisas  Nós vimos aí  As formas mais profundas de camisa assim do do Capital que revelam a essência do problema  Nós vamos as formas superficiais  E são muito variadas nós vamos ver aqui por exemplo  Lucro  Que não é a mesma coisa que é mais-valia  É uma forma que existe e que permite o capitalismo  Funcionário de uma determinada maneira  Tá certo  Não sei explicar Clara essa ideia original  O que procurou fazer no livro 3  Um trecho do livro três para vocês onde ele explica mais ou menos esse problema né  Oi  Mostrar as formas que se aproximam  Que bom que se aproximando mais  Como que ela também tivemos assim daquilo que a gente  Percebe no dia a dia do funcionamento do capitalismo quer dizer ele vai procurar trazer  O problema  Teórico  Mais real do valor para as formas mais imediatas  E esse essa questão assume  No funcionamento da sociedade capitalista  O próprio Marcos logicamente que não Procurou a fazer uma  Uma exposição exaustiva de todas as formas ele procura as formas principais  Quer dizer que haveria muitas outras coisas para fazer aí  Nós vamos apresentar esse aqui aqui para dar uma ideia porque a gente deve  Dá ideia da aproximação que existe entre o problema do primeiro livro mais teórico e o  Real  Real no sentido de realmente perceptível do capitalismo  Outra coisa que nós vamos por aqui hoje que também não tem nada a ver com o que é mais no sentido não é que não tem  Vai mais no centro de dar uma ideia mais concreta do problema  É o problema do imperialismo  Que modifica muito  O funcionamento do sistema capitalista não vão Demonstrar um pouco como modificar  Deixa eu ler para vocês aqui  Esse trecho do Marcos  Trata desses problemas aqui  Só que tá no começo do livro 4 do capital  O Marcos o seguinte  No livro primeiro investigamos os fenômenos do processo de produção capitalista  Gripe  É considerado apenas como um processo imediato de produção  Quando a biz traímos de todos os efeitos induzidos  Por circunstâncias a ele estranhas  O processo de imediato de produção não abre não abrange a vida toda do cap  Completam o processo de circulação que constitui o objeto do estudo  Do livro segundo   Sobretudo na parte terceira onde estudamos o processo de circulação como o agente  Criador do processo social de reprodução evidenciou-se que o processo de  Thalles observado na totalidade é a unidade constituída por processo de produção e processo de  População  O que nos cabe nesse livro terceiro não é desenvolver considerações gerais sobre esta unidade  Mas descobri de descrever as formas concretas oriundas do  Cesso de movimento do Capital considerando-se esse processo como um todo  Em seu movimento real os capitães se enfrentam nessas formas Concretas  Em relação a elas as figuras do Capital no processo imediato de produção e no processo de  População não passam de Fases o estado dos particulares  Assim as configurações do Capital desenvolvidas nesse livro aproximam-se grado  Da forma em que aparece na superfície da sociedade na interação dos diversos capitais  Na concorrência e ainda na consciência normal dos próprios agentes de produção  Tá certo então quer dizer o que que ele explica que  Você precisa você precisa né  Para tornar a compreensão uma compreensão integral  Trazer os problemas que foram apresentados no processo de produção para as formas  Esse Manifesto  Na sociedade e que são compreensíveis para todas as pessoas  Porque senão  Você fica com uma  Uma exposição  Das leis ocultas e profundas do Capitão mas você não faz a vínculo  Dessas leis com as formas que efetivamente  Se apresenta na vida cotidiana no processo total  Alguma dúvida Aí companheiro  Nada  Em frente então  Nós vimos aqui  O problema  Da mais-valia Tá certo  Vamos ver uma uma dessas mudanças de forma que são importantes no processo de  Se nós temos aí  Uma  Uma jornada de trabalho né  Onde  O tempo  O tempo necessário é de 50  E o trabalho excedente 50  Nós temos uma situação onde  A mais-valia apropriada pelo capitalista de 100%  Tá certo  A taxa de mais-valia né  Olhando desse ponto de vista  Nós temos aí a dimensão  A magnitude digamos assim da exploração do trabalho assalariado  O trabalhador trabalhou vamos supor  4 horas  Produziu aquilo que seria equivalente  Qual o valor da força de trabalho que vai ser pago para ele em forma de salário  Depois Ele trabalhou mais quatro horas vamos supor  Reproduzir a mesma quantidade que fica com capitalista  Taquaruçu daí  Quer dizer que o nível não é o grau de exploração da força de trabalho  A taxa de mais-valia de 100%  Tá claro  Agora a mais-valia ela não aparece na sociedade com mais valia  Ela parece como que como lucro  E o lucro é calculado de uma maneira diferente  Do cálculo que nós fizemos a mais-valia  Por que o lucro  Não é apenas um cálculo  Em cima do Capital variável né Isso aqui é o capital variável  O capital que é usado para  Remunerar a força do trabalho ele é feito em cima do Capital variável do  Vamos supor que aqui  Nesse exemplo aqui  Nós estivermos vamos supor de Capital constante  Um investimento de 100 matérias primas desgaste da máquina de 167  Tá claro  Mais 50 de Capital variável  Nós temos aí o 50  Da mais-valia  A mais-valia aqui  O que seria de 100% em relação a esse conjunto  Baixar não é 100% ela já é um terço  Tá certo  Ela seria 33%  Vocês estão vendo aqui que a mesma coisa quando ela aparece na superfície  Ela parece uma forma totalmente diferente dando resultado  Também diferente  Claro  Alguma dúvida aí  Quer dizer onde é que vocês perderam  Até aqui tá ok 100% mais valia  Quando você tem uma empresa Tá certo  O cara vai chegar fala assim não  O meu lucro é de 100% em cima do trabalho do trabalhador não vai falar isso  Que que ele vai falar vai fazer uma conta que é real  O que é o seguinte trouxe porque você  Produz aí  Vamos pegar o tempo que a gente já tomou antes de gráfica  Normalmente como é que o capitalista faz ele vai fazer assim  Papel  X**  Tinta  Instalações  Máquinas de produção  Salário  Tá certo  Ele vai colocar todos os custos esses custos aí o que são  Esses custos corresponde não o capital variável  O que é aquela parte do Capital que é usada para pagar salários  Não sei se vocês têm Clara a ideia de Capital variável e capital constante o capitalista tem um capital  Marx dividiu esse Capital em dois  Grandes  Conjuntos capital variável  Usado para pagar a força de trabalho e capital constante que é usado para todas as  Coisa aqui tá claro isso daí  Variável salário  Aqui é o capital variável  Tá certo  Se a gente analisar apenas do ponto de vista do Capital variável que é a forma pura da mais-valia  A taxa de mais-valia seria de 100% 50 sobre 50  Tá claro  Agora se a gente fizer como capitalista faz no mundo real  Nós vamos ter que incluir o capital constante na soma  Tem que somar o capital constante com o capital variável  Tá certo  E a diferença  Tudo aquilo que ele gastou mais o sobra que ele ganhar mais chama-se lucro  Que já não é 100% de mais-valia é  33,3% Tá certo  Ele gastou 100 de Capital constante  50 de Capital variável  E a mais-valia 50 então a mais-valia de 50 que já tiraram um terço  É claro  33% já não é 100%  Seria sim nós podemos colocar a fórmula do lado dessa né seria sim  Só que agora não é sobre 50 mas é sobre  150  Não ela tá bem  O que nós queremos descobrir aqui  Eu  Como aparece para o capitalista a mais-valia na forma daquilo que todos nós conhecer  O que é o lucro  Tá certo o lucro ele não aparece como sendo 100% de mais-valia  Que digamos assim é expressão mais real da coisa  Ele aparece sob a forma  De lucro Ou seja a diferença entre tudo que foi gasto capital variável e capital constante  E o que sobrou o lucro  Sim ou não  Se não tiver entendido para a gente explicar várias vezes até  É demais  Mas 50 quer o lucro né mas vale  É assim capital constante Mais Capital variável mais mais valia  Erro de conta 1200  Não é 150  200 aqui né  Eu queria um procurando não o preço total da produção mais  Ah o lucro né o lucro é 50 e relação ao 150  Gasto total  150 lucro 5013 33.3 por 100  O lucro  Ele efetivamente ele é uma expressão  Uma forma em que a mais-valia se apresenta na superfície da sociedade  Nós temos que entender aqui o seguinte  Quando a gente Analisa lei de alguma coisa nós estamos analisando um funcionamento oculto  Tá certo  Você fala a lei da gravidade  Tem uma lei  Todo mundo  Explicação a terra atrai o corpo maior atrai o corpo menor vai ter aquele negócio  Agora quando você ver um balãozinho subindo  Tá vendo outra coisa  Balãozinho tá subindo porque aí se você perguntar porque é que o balãozinho tá subindo  É a lei da Graça é isso é explicado  Pela lei da gravidade está claro  É a forma em que a lei da gravidade se apresenta diante dos nossos olhos então a mais-valia a gente não conhece  Você nunca viu assim como a gente nunca viu a lei da gravidade  A gravidade vamos supor  O que a gente vê é o balãozinho subindo astronauta Lino  Na nave espacial flutuando na  E assim por diante  O lucro é a forma como a gente vê a mais-valia  A lei do valor que tá incluída no processo  Nós nunca vimos nada assim quanto é a mais-valia aqui não existe isso  Você não vê não aparece  Por que aparece o lucro em toda empresa  O que você tem é lucro  A questão da mais-valia uma lei interna do funcionamento  Da empresa capitalista Tá certo  Uma pergunta então relação a isso daí  Mas vale ela aparece em relação ao valor da força de trabalho  De acordo com o tempo de trabalho valor produzido aí  O lucro apesar de estar fundado sobre a mais-valia  Ele aparece pelo menos  Como aparência  Como não estando ligado a  Qual o valor da força de trabalho ao tempo de trabalho  Mas é o investimento total é o investimento Total Claro  Ilusória como a gente já viu o capitalismo cria várias formas ilusórias  E diante disso como fica a questão presa por quê  A impressão que se tem até pelo  Experiência  Mas Elementar O que é  Normalmente o cidadão comum conhece da economia é que o lucro ele pode ser atribuído pelo capital  De maneira arbitrária  Para não de acordo com o mercado  Você tem uma empresa  Você calcula o seu custo de produção  E aí você vê vamos por que todas as empresas têm o mesmo custo de produção  Aí você não pode cobrar  Tem um lucro de 40% quando o lucro médio do setor é de 10  Aí não tem como você precisaria tá com alguma coisa diferente para poder cobrar isso daí  Nós vamos ver também o problema do da taxa da taxa média de lucro  Não é para você tá beleza definido pelo mercado  Eu falei que é  Uma vitalidade do capitalista que a impressão que dá é que o capitalista calcula a todos seus coração vou ganhar em cima  Isso daqui tanto fez por 100% e apresenta para o freguês tá aqui o meu produto custa tanto  Aqui dentro já está louco que ele ele ele ele para colocar ele colocaria assim eu pago o tanto de  Pago o tanto de tanto tenho tanto dos outros cursos e vou colocar aqui 30% de  O capitalista pensaria assim e trabalha assim trabalha assim  Para ele não existe mais valia nada  Porque que Porque que a  A taxa de mais-valia é uma expressão real  Científicamente falando isso é importante  Porque que Marx deixou para fora os custos de produção  Porque como o nosso problema que é ver a criação do valor ele é abstrair eliminou tudo o que  A interferência como capital constante só transfere valor não cria valor se você  Descobrir a criação do valor você tem que trabalhar apenas  Com o capital variável você não pode usar o capital constante  Mas na vida real que não é ciência  Quando a pessoa não está procurando explicar como acontece acontece desse modo o capital  Ele entra  Na composição do lucro  Cria-se todo vocês podem ver o seguinte cria se toda uma nova forma  Vá para o ponto que teve pessoas que criticaram capital logicamente que não sabendo que  Tava né fala assim para que todo esse rolo se Finalmente nós vamos chegar no lucro  O rolo todo é para explicar que o lucro  Não é uma maneira científica de ver a coisa  Não explicação científica  Assim como será o balãozinho voa  A musiquinha cai cai balão é uma explicação científica  Da gravidade Tá certo do fenômeno físico que está por trás daquela aparência isso daqui é um  Aparência real que ela existe no mundo real  Uma coisa material Mas tem uma aparência que encobre  Disfarça ao mesmo tempo que ela permite  Ver o  O que está por trás é o que agente chamaria de manifestação  De um fenômeno quer dizer uma coisa que aparece na superfície né  Em oposição aquilo que é a essência do problema  O fenômeno  É aquilo que a pessoa vê a pessoa percebe aí sem ser aquilo que é definido  Tipicamente  O dinheiro  Se você pegar uma criança aí que já tem uma certa idade  Que já se acostumou a criança para ela o que que Como é que é o negócio do dinheiro se você tem uma nota de tanto  Você compra tanto e seu dinheiro  É quase mágica  Ninguém pergunta mais por quê que vocês já viram criança perguntar porque que o  Dinheiro permite comprar  Para ela é  Isso daí não precisa perguntar nada  Mas essa impressão que eles têm é uma impressão da superfície da coisa  Do fenômeno  Todos os seres humanos acenderam ser da economia  Eles tem a sua aparência de Fenômeno na vida social  E uma essência tanto que Marcos fala que se aparência e Essência conhecido  Se não seria necessário a ciência  A ciência existe porque as coisas não são o que parecem  No mundo real você parceria do lucro para chegar no valor no Capitão você pode  O valor para chegar ao lucro  Por que o capital é um livro científico que tá explicando justamente o funcionamento da sociedade  Isso daqui lá essas coisas que eu vou explicar aqui agora logicamente que elas são uma explicação  Elemento superficial do problema  Será que daria todo uma outra discussão lógico  Nesse sentido  A minha ideia que dá uma indicação do problema geral que nós temos nas mãos aí  Ficou Claro agora ou não  Está com cara de quem não entendeu nada  A diferença entre lucro e mais valia taxa de lucro e taxa de mais-valia  Não chegamos essa compreensão do problema  Se não chegamos depois no grupo vai tratar de  Contribuir para esclarecer o mistério  Como colocar uma coisa ainda mais misteriosa aqui porque vai ficar meio misteriosa por quê  Pregação ela é mais complexa que é o seguinte  Como foi Vitor aí vocês não provavelmente não se deram conta  O lucro ele não é definido pelas empresas individuais  O lucro é um fenômeno social geral  Existe no mercado capitalista uma taxa  Média  De lucro  Não sei que sentido não importa  A sua mais-valia alta baixa e tal no final das contas  A remuneração da empresa vai ganhar da mais-valia aquilo que corresponde a tá  Média de lucro dos capitais no mercado  Eles tendem todos são uma taxa média  A competição todos os fenômenos essa parte que nós vamos explicar em detalhes  Ela leva essa taxa média de lucro a taxa média de lucro  Ela regula de um modo geral todo o mercado capitalista  Porque vamos supor que um setor aí tá  100% de lucro enquanto que a norma é 20% que que aconteceria  Real  Eu tô gastando meu capitãozinho lá para ganhar 20% de lucro aí  Alguém vem para mim falando naquele setor lá o povo tá ganhando 100% o que que eu faria  Me envia para aquele setor isso daí faria com que a taxa de lucro caísse  Pelo ingresso diga outras capitais né  Por isso que a sociedade capitalista ela tende a uma taxa de lucro homogênea  Diferenças entre os diversos setores capitalistas é claro que a gente vê né alguns tem mais lucro  Outros têm menos Lucas mas ele giram em torno dessa taxa de troco  De modo geral se pode perceber que os setores mais modernos  Tecnológica mente falando tem um lucro maior do que os setores mais retardatários  Aonde é o maior investimento lucro maior  Isso tem a ver com a lei da oferta e da procura ou no mercado lei da oferta e da procura  Por que todas as operações do capitalismo elas se operam através de mecanismos de mercado  Na vida na vida cotidiana no mundo real de um fora da teoria eles eram  Através dos mecanismos de mercado Você vai no ramo de automóveis pode haver uma diferença  De lucro ali mas seu lucro está em torno de uma taxa média  Você vai no ramo tão Óbvio porque isso daí não dá para pessoa  Estabeleceu o lucro da cabeça dela o lucro estabelecido pelo próprio número  Aqui mais uma coisa também que é  Vocês estão vendo aqui que quando você vai para as formas mais imediatas  A teoria ela parece ser totalmente subvertida né  Mas nossa diversão  É uma mudança de forma  Beijo seu Marcos define uma coisa que ele chamou de composição orgânica do capital  O que é a relação entre  Constante  E o capital variável  Quanto maior quanto maior o investimento de capital constante  Composição orgânica do capital  Se nós falarmos assim por exemplo  Esse ramo de produção tem uma alta composição orgânica quer dizer que tem muita máquina e pouco  O trabalhador tem muita máquina em relação à quantidade de trabalhadores certo  Isso daqui é uma parte importante do mecanismo de funcionamento da sociedade capitalista  Por que quanto maior a composição orgânica do capital  Maior era menor A mais-valia tá certo  Fica claro isso daí  Quanto menos Trabalhadores  Menor é o valor produzido  O Rui  Aumentar a produção porque os setores que têm uma alta  Trabalho com muita máquina é pouco trabalhador  A produtividade do trabalho é muito alta né Nós já vimos isso  E se você trabalha com equipamento  Inferior vamos dizer assim de pouca produtividade  Em uma hora você produz um par de sapatos aí você consegue uma máquina em uma hora você produz dois pares de  O valor do par de sapato cai você não tá produzindo mais valor porque você está introduzindo máquinas  Tá claro isso aí no caso então ele não teria perda do lucro  Causa da mais-valia através da produtividade ou o lucro cairia  Se a gente fosse analisar cruamente a fórmula do tal como ela está aí  O Lucas teria que cair extraordinariamente né  Investe 1 milhão em máquina contrata os trabalhadores estao tira mais valioso  Gostaria minúsculo  Mas na realidade acontece o contrário  Apropriação da mais-valia pelas empresas se dá  Nesse sentido na ordem inversa da produção de mais-valia  Os setores de maior tecnologia devido a competição no mercado e tudo mais  São setores de ponta eles operam uma transferência de mais-valia dos setores mais atrasados  Como a mais-valia é um fenômeno social geral ela se distribui entre Os Capitais  Pelo nível de investimento que cada um fez ela é produzida de um modo e distribuída de outro  Então essa relação entre capital constante é que explica que por exemplo  Eu acho que no mundo a renovação do maquinário na FAB  Só no setor de ponta e com ajuda estatal  Ajuda estatal e relevante a renovação é um programa de competição entre as empresas  Por exemplo se você trabalha num setor aí  E você tem a capacidade de produzir 1.000 unidades por dia e o  Concorrente produz 2200 com a máquina mais  Possante ele vai sair na dianteira e o produto dele vai baratear em relação ao seu  E ele vai transferir uma parte da mais-valia para ele embora ele esteja produzindo na realidade  Menos valor do que antes  E a Fera maquiada Geral do lucro opera o martelo do meu filho que nós vamos mostrar aqui  Uma gráfica antigamente que tinha 100 funcionários produzirá muito mais valia  Hoje aqui produto que tem quatro funcionários  O que o que também explica num certo sentido a queda no  As mercadorias  Ver por exemplo que  Com aparecimento dessas máquinas que produzem  Coisas de plástico  Um objeto de uma máquina extrusora de plástico e um objeto de plástico  Praticamente amor  Você faz uma bolinha de plástico  100 Anos Atrás qualquer bola de plástico seja do que fosse ela cara  Hoje não a bolinha não custa nada você compra por 10 centavo  Se o cara ainda tá te cobrando né Aí tem a ver com  A facilidade e a produtividade da própria matéria-prima que é altamente reciclável  E da produção da própria do próprio  Objeto que é super ultra rápido  O que o plástico não tem valor para nenhuma é por esse motivo  Pergunta o Cartel serve para driblar e se isso daí ou não  Esse novenal segunda parte da exposição aqui  Botar tabelinha aqui  A tabela meio mais  Imaginar que três Ramos de produção diferente para ficar simples  Vamos supor um setor que tem um  Composição orgânica  Outro remédio e outro que é baixo  A taxa de lucro seria de 5  Por 120% e 40%  Vamos supor que nós temos essa situação aí que que acontece  Mercado estabelece uma taxa média de lucro Tá certo  Quantos por cento e 20% sem se preocupar  Matemática  Então para você  Equilibrar essas taxas de lucro que que acontece se ocorre uma transferência de mais-valia do setor  Emprega mais mão de obra para o setor que emprega Mais Capital constante  A taxa de lucro individual real  Você que realmente está sendo produzida naquela empresa quanto maior o capital  Menor a taxa de lucro  Agora o capitalismo ele faz um movimento no sentido  Devido à concorrência de aumentar sistematicamente o capital constante aumentar sistema  Composição orgânica do Capital O que leva a uma queda geral da taxa de lucro  Dá para perceber com esse exemplo Zinho bem  Rudimentar que a gente colocou aí né  Nós temos que entender também que esse setor que tem 5% de lucro 95% do cap  Composição orgânica ele é um setor de produz muito ele dormir  Partes Priscila no mercado então ele provoca a queda da tarde  Geral dentro da sociedade da taxa de lucro da taxa média de lucro  Estudar expressa uma contradição importante do capitalismo  Eu coloquei isso aqui Não no sentido de dar uma explicação Cabal do problema mas só para mostrar  Tá certo eu acho sim que isso aqui é tudo uma outra discussão mas para  Não fique também sempre noção do que de como é importante levar em consideração essas coisas  A medida que o capitalismo  Os Capitais se coloca em movimento eles criam outras formas cada vez mais  Variadas que não correspondem  Diretamente quer dizer não são idênticas né a forma  Das leis do da as leis do capitalismo  Para se movimentar ele produz essas formas essas formas são muito variadas logicamente Cristo  As formas ele é importante e não determinar o sentido por isso também mas você não fez um tratado  O que que é importante o lucro o salário  Essas formas mais decisivas  Mas de um modo geral é tudo assim  Na sociedade para aparecer o juro  Os juros são uma forma também que o capital assume no seu movimento  O capital comercial o lucro comercial  O comércio como nós sabemos que tá na área de circulação não produz nada portanto não produz  Mas daí você fala não existe o capital comercial ao capital comercial que que é  Na Essência  Ele é uma parte da mais-valia do Capital industrial  Banco também não produz nada que presta mas  Assistir o capital financeiro quer dizer aí você vê por exemplo se todas as  Plutão fato  A temperatura para as pessoas que estão na sociedade de que  Tudo bem da produção a importância do estudo dessas formas fundamentalmente  Hoje por exemplo nós temos uma crise mundial que é produto do que é que se diz  Várias formas de multiplicação do dinheiro que estão em oposição  A produção real  Ah então todo mundo sabe até os até os economistas burgueses e sabem disso daí já chegaram  O que uma boa parte do dinheiro que existe no mundo inteiro fictício não tem nenhum  Uma conexão com a produção ele evoluiu muito além da produção  Capitalista e que num dado momento Tem que haver uma Justiça desse problema  Que nós estamos assistindo elas são uma justa derrubada do mercado imobiliário norte-americano  Sentido é uma Justiça quer dizer se a gente for analisar a economia do dia a dia  Essa parte das formas é muito importante né Eu precisaria descobrir  Detrás de cada forma Qual é o conteúdo que ela tem do ponto de vista teórico com a lei do valor com a  A formação do capital e etc e tal  Tentando juntar  O quebra-cabeça aí é uma empresa será uma  Empresa que tem alguma composição orgânica maior que o