Universidade Marxista nº 68 - O Capital parte 4, com Rui Costa Pimenta

Olá a causa Operária TV Já possui o recurso de membros do nosso canal O que é isso nada  Do que uma um recurso para você assinar o nosso canal e ser um contribuinte mensal uma  R$ 18 você nos Ajuda a fortalecer esse canal revolucionário independente e  Quem arruma aí para o 100 mil inscritos você agora além de ser inscrito além  Nos ajudar a divulgar o canal de contribuir de todas as formas você pode ser um membro e além de  Participar também de transmissões exclusivas que a gente vai liberar apenas para os membros  E ainda você vai poder também participar de um sorteio para vir aqui nos estúdios para te fazendo de bom  De alguns problemas que você conhece bem  Nossos problemas semanais enviaram portanto não perca tempo seja um membro do nosso canal  Rua com a causa Operária TV e nos ajude a fortalecer essa imprensa nessa TV  Operária revolucionária e também nos ajude a aumentar nossa programação para uma TV 24  Por dia sete dias por semana eu espero você com um membro da causa Operária TV  Obrigado e contribua conosco  Vamos ver as perguntas dos grupos que a gente não viu e vamos ver  As dúvidas de ontem  Nosso grupo não formulou nenhuma pergunta né  A gente discutiu e  Como surgiu o maior Slug  O quê  Grupo 2  Bom no nosso grupo a gente teve um  Então que foi colocado assim mas não dizia muito respeito ao tema em si  Que horas assim a gente tava discutindo essa questão do  Do desenvolvimento do capitalismo tudo e aí  Foi colocado assim que se no período da ditadura militar se  Se a ditadura foi um desenvolvimento  A senhora perguntou era muito clara mas assim Minas Gerais era isso se se o ditadura poderia ter  Pode ser considerado um desenvolvimento porque no final as pessoas tiveram consciência do que signo  E teria avançado em algum sentido criança Progresso em algum  Em termos das pessoas tem experiência do que foi a ditadura e não queria que se repita  Econômico É não foi colocado Que tipo de desenvolvimento então  Foi uma questão assim que surgiu no debate né  Estranho né fala que a ditadura foi um desenvolvimento é  Estranho  É que está né a ditadura ela representou uma crise  Do regime político burguês na época  O que que é o que são essas ditaduras dentaduras que tem um custo Grande para burguesia  Elas representam o fracasso  De lidar com determinados problemas com os métodos digamos assim entre aspas  Normais  De governo  Tá certo então  Como é uma crise  Na crise  Ocorre frequentemente que  A classe dominante é obrigada a descobrir o jogo  Jogar aberto porque ela está pressionada pela crise então ele tá  Nesse sentido levou um aprofundamento ainda maior da crise da burguesia  Agora eu não diria que foi um progresso por causa disso e ditadura foi uma derrota do movimento operário  Ela custou a classe operária muito tempo para se recuperar  Então nesse sentido ela foi um retrocesso Mas o que você pode  Progresso digamos assim que as pessoas variam com o progresso  Que não é um progresso que faz parte do desenvolvimento e objetivo da luta de classes  É que as ditaduras ela se expõe  Ser uma situação de grande crise a realidade  Político burgueses quem atravessou o período de ditadura no Brasil  De um modo geral toda população  Sabe que a burguesia é uma classe social violenta  Essa essa essa percepção de vamos assim essa consciência  Se estabeleceu né  É uma uma experiência para o país inteiro mesmo para quem não viveu a época da ditadura  Vai ficar maravilhosa da ditadura  Só uma coisinha a mesma coisa acontece com problema desenvolvimento econômico  Alguns intelectuais de esquerda chegaram à conclusão depois de muito tempo  Que ao contrário do que eles pensavam a ditadura foi uma época de progresso econômico  Esse é falso porque que ele disse isso por causa do milagre econômico por causa da  Do crescimento do PIB durante a ditadura industrialização do país essa coisa toda  Mas acontece o seguinte esse crescimento econômico e a industrialização ela é linda  O pai já vinha numa  Num processo de desenvolvimento há várias décadas desde a Revolução de 30  O que é ditadura fez na realidade foi dar uma forma reacionária e com t  No que ela podia acontecer desenvolvimento  Tá então o crescimento econômico brasileiro a industrialização que houve nesse período  Ela foi feita de uma maneira negativa  Associação com capital estrangeiro com endividamento externo e tal que depois teve consequências  Quer dizer um erro de achar que a ditadura que desenvolveu economicamente país  Ele estava numa fase de desenvolvimento  Calhou de que o regime militar tivesse que dá andamento a esses problemas Estavam todos colocados  Eu vou dar um testemunho aqui porque naquele tempo eu estava na ação católica  A conferência dos bispos e procure a todo o Brasil né  Então o que me chamou que não posso esquecer é uma frase no médico que diz  A economia vai bem mas o povo vai mal depois eu desci Neto  Delfim Netto  E aí tô vendo ainda ele na televisão falando o desenvolvimento não é a paz  É um processo de luta terrível violento falou isso e ele não pode negar  E também falou que o bolo  Para dividir o primeiro tinha que crescer  Fez aquela propaganda também o que me chamou atenção era de  Caçula pecuarização da lavoura até a formação da roça pelo carinho trabalhador  Foi mesmo aquele que não tinha Terra trabalhando a meia estava produzindo tá comprando só tá vendo  E a pecuarização fez com que se esvaziar seu campo através do  Incentivos fiscais para projetos agropecuários  Criados pelos incentivos fiscais e houve uma propaganda  De uma grande empresa num grande projeto que dizia assim  Mostrando o zebu  O boi é o melhor amigo do empresário ali tudo é lucro sem osso  E assim por diante que  Mais ou menos então vocês podem ver dinheiro chama dinheiro era aquela coisa assim  Aquela propaganda naqueles tempos  Quero add  Vida de ficar vermelho ti estupefactos  Vamos lá gente  Grupo três  Não deixa ele porque eu tô muito com carro eu vou dar uma viradinha  Grupo 3 infantil mas não surgiu Também nenhuma pergunta  Grupo para quanto  Duas questões  Trazer para cá  É primeiro sobre  Na primeira questão quando se discutiu o objeto da análise  O seis e um  Mas assim que o problema era a sociedade tomada como um todo como a organização para produção é de  São os especificamente era o capitalismo existir Max e analisar o capitalismo é ele  A sociedade como todo se o objeto da análise que alguns até era o capitalismo  Forma de sociedade como que é a sociedade tem hoje para a produção e Distribuição mas aí ficou tudo  Qual seria a melhor resposta digamos assim mais exata se era definir Que objeto era o capitalismo  Sociedade como organização para produção e Distribuição de uma maneira geral  60 e direito a pergunta o que que é ser o capitalismo  Qual era o objeto da análise do  O método marxista de análise e qual era o seu objeto  Aí a nossa resposta se discute o que era a sociedade como a sociedade lógico  Só para confirmar vamos levar para o que Marx se preocupou lógico  Qual cidade capitalista que é o que está aí para o maior desafio  Justamente eu sociedade capitalista  Mas o método se aplica a qualquer sociedade  A segunda a segunda questão também houve uma opinião majoritária no grupo  A gente trazer porque era muito também era discrepante era que era quando se trata do  Previsões estabelecidas por Max foram contestadas  Sombart que  E se discutiu o problema quando se trata do colapso catastrófico do capitalismo  No grupo foi levantado como uma esquerda em geral levanta como PSTU levanta de que  Não se trata de que nós estamos nessa etapa porque o capitalismo ainda teria forças para para se revigorar  Não é que a crise não é definitiva porque é uma capacidade de recuperação do capitalismo majoritariamente o grupo  Essa essa ideia e reafirmou um cordão para colocações do Marcos mas foi  Eu vi no grupo também uma posição meio sem 32 e não  Sim mas também não é a gente caminha para o colapso mas não estamos no colapso a gente de bater  A gente também resolveu trazer porque era muito  Para apreciação que você tinha feito e a colocação do Marcos Onde vamos levar para  Apareceu apareceu para gente importante colocar aqui  Nesse caso Marcos teria errado como diz o crítico de Marx  O que que a gente pode dizer sobre isso daí né logicamente que dentro das  De capitalista a todos uma um esforço ideológico  De classe interessado para mostrar que  Para classe trabalhadora para os setores revolucionário da sociedade assim não se anima  Demais  O negócio não é assim como você está pensando não  Não vai pensando que a Revolução é para hoje sair vai demorar muito tempo o capitalismo  Forte ele faz musculação no final de semana  Lógica primeira coisa que a gente deve analisar sendo pessoas críticas  A quem interessa esse tipo de doutrina né  Por que que interessaria para alguém falar que o capitalismo se revigora se fortalece  Só se for interessaria por que a pessoa é um defensor do regime capitalista  Seria uma ciência isenta que chegou a essa conclusão  Segundo é o seguinte  Precisaria ver o que a pessoa considera como sendo uma catástrofe porque do jeito que é  Colocado o problema quer dizer que nós não estamos numa época catastrófica do capitalismo  Precisaria Sei lá o mundo precisaria explodir  Os Estados Unidos e a Rússia China Inglaterra e a França soltar as bombas atômica  Não sei que tipo de catástrofe mais o povo está esperando  Desejar  O que seria aí catombe que nós estamos aguardando que nós tivermos aí a crise mundial de 1929  Foi uma crise absolutamente catastrófica  A quantidade de pessoas que morreu o número de desempregados a retração industrial  Oi Jéssica  Depois nós temos aí as revoluções do século 20  Eu só falo a Revolução Russa mas no século 20 a revolução as evoluções  Elas entram na casa do milhar  Isso não é uma catástrofe Então já não dá para saber qual seria  Entendeu é a capital do capitalismo porque não consegue nem manter a luz funcionando né  Catástrofe da privatização da energia elétrica no Brasil  Distribuição de energia elétrica o que que seria  A pessoa precisaria para um minutinho para pensar vocês ver  Aí por exemplo a ocorrência do fenômeno mais catastrófico que a sociedade sofre  Guerras no século 20 nós tiramos duas guerras mundiais  Segunda Foi várias vezes maior do que a primeira  A mortalidade de pessoas  São de  De propriedade de forças produtivas foi uma coisa jamais vista  Depois dessa Guerra Mundial nós tivermos aí e no  Quase todos os países do mundo também  Nesse momento aqui a gente vê que  Essas guerras não só não diminuíram como elas tendem a aumentar então  Precisaria ver qual seria a base desse tipo de ideologia né  A não ser que a pessoa fala assim não o normal é você viver numa sociedade que é sacudir  Revoluções o tempo todo que está sempre em guerra tá esse é normal  Então a pessoa que adquiriu com parâmetro de normalidade e uma coisa que é absoluta  Fora do Comum né Nós temos as crises econômicas nós temos  As crises financeiras que  Do cenário em Bilhões de Dólares de uma vez só  Todos os índices são catastróficos AIDS milhões de dezena centena  Melhores impressoras escravidão centenas de milhões de pessoas doenças facilmente  The Cave centenas de milhões de pessoas  Comi um emprego é um mundo catástrofe  Aí a pessoa no meio dos escombros desse mundo catastrófico ela se levanta ela e fala assim  Como uma pessoa que tivesse a casa bombardeada e parasse no meio da sala  Parede já caiu o teto já caiu e fala assim mas onde que tão atacando nosso país  Uma piada né dá uma dá uma tirinha cômica do cidadão falando isso daí  Agora eu acho assim da parte da parte da direita que eles falam que não tem cara  É muito sínica o negócio mas se explica é razoável né eles estão de fé  O negócio deles  Para ele ser uma questão assim quanto mais durar melhor não sei se vai eles não se preocupa em saber  Isso daqui vai durar eternamente  Eu acho que a burguesia de um modo geral já atua sobre a base de um cálculo imediato vamos  Vamos aproveitar enquanto é tempo  O estranho é esquerda falar essas coisas né porque que uma esquerda falaria isso  Sendo que as aparências evidências são tão contra essa ideia  É porque uma esquerda que se transformou numa esquerda conservadora né  Não é muita explicação  Mas eles falam isso aí até psicologicamente porque se você é um revolucionário  De verdade  O que você quer  Quero ver a coisa pegar fogo né revolucionários supões que era a revolução que é essa  Tautológicas que não entendo são necessários não cheguei agora não falou o dever do revolucionar  Fazer a revolução suponha ensinar  Então a gente poderia dizer também para fazer no que a vontade  Para que acontece a evolução  Também é uma tautologia Mas enfim dá para explicar é uma esquerda  Conservadora  Mas quem anda que não não tem gosto pela revolução é uma esquerda não Revolução  Eles querem eles estão aí  Procurando manter o que aí está né agora se eles estão procurando manter o que é está  Nós não podemos tirar uma conclusão eles estão tirando proveito porque está el amor  Porque se a pessoa estiver sendo perseguida se essas organizações são assim sendo  Se sentissem esmagadas pela sociedade tal Ele nem ia ficar de vaga  Está na porta vai ser daqui 5000 anos ele é a luta né  No entanto eles ficam aí inclusive elaborando teorias para mostrar que  Revolução é para hoje então  Mas só mais uma palavrinha  Logicamente que o pessoal que repete essa baboseira não conhece a história da  Mas é importante a gente repetir aqui em 2008  Quando aconteceu mais uma catástrofe Econômica  Esquerda falou que aquilo lá era meio estilo Lula né  É uma marolinha não  Um vendaval todos falaram isso daí o PS tem um quê  Fala intelectual desse ignorantes  Saiu com uma teoria totalmente sem pé nem cabeça que é uma crise cíclica  É isso aí não tem sentido nenhum falar uma coisa dessa  E aí até agora você não viu a virada do ciclo né  A coisa só piorou só piora  Extraordinariamente grande  A burguesia e colocar o negócio no lugar não como ela fazia na  Retomando a produção da Caixa escolar ainda mais a população mundial  Outro dado importante né  Mas todos falaram isso daí eu vim Inclusive a gente de esquerda fala coisas assim admiráveis  Realmente admiráveis como que na crise da Bolsa de Valores aquela ninguém  Perdido nada era só  O registro de números aí no painel da Bolsa de Valores  Falei meu Deus do céu o que que é  Que que leva essas pessoas achar que eles  São de esquerda não dá para entender  É uma questão para se pensar isso daí né  Do ponto de vista geral vale a pena a gente enfatizar o seguinte  Na hora que nós estamos agora  Na crise capitalista capitalista chama quatro velho  Nós estamos na crise histórica do capitalismo desde o começo do século pelo menos século 20  Século 21  A situação não para de piorar essa que é a realidade  Como a pessoa também não entende nada do processo histórico e tal não é mais vista ele pensa  Cris e quando  A inflação sobe  Isso daí  É um sintoma do período de crise histórica capitalista  As guerras e revoluções são mais do que demonstração aqui nós estamos numa crise histórica do capitalismo  Para todo para qualquer pessoa que entenda o que é uma crise né  Aquilo que Marcos falar época de revolução social  Vamos lá  Grupo 5  Mesmo Ponto sobre a questão da crise  Aparecer um pouco mais o papel da revolução política por favor  Como é que é  Em cima do da questão da de que as próprias leis do capitalismo  Tá levando o regime Auto implosão  Então esclarecer um pouco mais o papel da revolução política dessa crise geral  As revoluções políticas elas são inevitáveis né  Fala que a catástrofe se expressa em forma de revoluções estão fazendo relações políticas  Tão falando  Em diversos graus de turbulência política que acontecem aí  Elas são resultados da revolução na base quando você tem essas revoluções Poli  Isso está expressando  Justamente a revolução na base  A transformação que está sofrendo o modo de produção a estrutura Econômica  Você deve se lembrar no na primeira na primeira exposição nós colocamos os  Problema nós temos aqui uma  Estrutura Econômica  O que são as relações de produção  Chega uma hora que as estrutura Econômica ela se transforma numa estrutura Econômica inviável  E portanto ela começa ela entra em contradição com as forças produtivas  E ela começa a criar uma  Uma transformação  Inicia uma transformação  Dessa estrutura Econômica  A transformada anteriormente a gente havia explicado o quê  Sobre a estrutura Econômica a gente a sociedade se organiza em uma  Superestrutura política  Essa estrutura deu origem a superestrutura se a estrutura começa a se modificar  Prefeito da revolução Econômica que tá se dando por baixo a superestrutura ela fica totalmente  Instável  Tá certo então sim ou sintoma  Da da revolução  Econômica é a revolução política em cima não Só revolução política porque aí  Habilidade da superestrutura ela pode ser várias coisas né pode ser  Catástrofe Econômica  Pode ser guerra  E a revolução e todo tipo de instabilidade  O que é gente analisando cuidadosamente o  O panorama político Mundial dos últimos cento e poucos anos o que a gente vê uma  Uma permanente de permanente e Crescente desestabilização  Nesse momento no mundo  Nós temos uma desestabilização de praticamente todos os regimes políticos  Uma desestabilização muito grande  E não é apenas uma desestabilização  Essa desestabilização é maior do que a gente viu no passado do regime esse  Porque a gente também deve ter em vista  Regime sofre uma revolução  Mas eles podem ter uma força relativa quando ele sofre a revolução mas o  Aumento do regime ele é mais grave né  Quer dizer  Se você tem um regime que  Em 1930 sofreu uma revolução e ele não se combina  De lá para cá devido a essa crise ele se desestabilizou ainda  Uma próxima revolução política e o regime não vai aguentar nada  Vocês vejam por exemplo os regimes políticos árabes  Uma bala tão grande quanto ele sofreram agora  O abalo de agora é profunda estiver no tesco na América Latina também vários países  Sofreram abalos extraordinárias a maioria dos países na Ásia tudo  Revolução política ela  Ela está em marcha né  Agora o todo problema consiste no quê  Consiste em que nessa etapa de crise o proletariado se Organize  Organize em partidos Operários que sejam coerentes que sejam fortes de massa  E derruba a burguesia só isso que está em questão nesse momento  E logicamente que a desestabilização imediata das crises  Ela vai gerando essa situação né mas não estamos aqui fazendo uma análise geral da Cris  Política econômica mundial mas não podemos dizer estabelecer a seguinte ideia que a mãe dela é bem importante  Sólida  A burguesia ela puxou a coisa é o limite com a  Neoliberal  Foi uma receita extremamente dura para tentar conter a situação  Provavelmente uma das mais duras que a gente já viu até hoje  E essa receita duríssima que foi uma arma poderosa que a burguesia lançou  Contra a classe operária contra a Cris ela cismou totalmente  A crise dela é total e o que nós voltamos  Daqui a polícia não tem outra  Não tem plano B  Ela tá entalada em um plano em viável quer dizer o nível de crise que nós estamos atravessando é muito grande  Para isso para a gente ir compreender isso mais profundamente ele precisaria fazer toda uma análise  OK mas você é importante  Colocar essas ideias pelo menos  O Que É Isso Companheiro  De ontem alguma dúvida alguma coisa que o pessoal quer colocar  Nada  Então é o seguinte  Nós vamos aqui para  A parte 3 do primeiro Capítulo do capitão  Parte 3 do primeiro capítulo que é sobre a mercadoria que é o problema da forma de valor  Troca né  Que a parte maior desse  Desse problema aqui 2 Capítulo  Almoço  Pegar coisa devagar  Nós vamos ver aqui é uma progressão lógica que corresponde a progressão real  Play Store quer dizer  Marcos procurando desvendar  O mecanismo  Da evolução da forma de valor  Ele começa  Uma forma simples  Valor  O que é também logicamente  O começo na vida real  Não apenas na teoria Mas na vida real  O que é o seguinte  Nós temos aquela troca simples né  Xis da mercadoria  Igual  Y  Da mercadoria B  A primeira vista  Que 15 seria para analisar isso daí  Parece uma coisa extremamente simples né  Mas tudo problema da análise  É você analisar essas coisas que aparentemente tão simples né  Então nós temos o seguinte ó vamos ver aqui o que o próprio Marcos fala né  Todo segredo da forma do valor encerra-se nessa forma simples e do valor  Na sua análise reside a verdadeira dificuldade  Duas mercadorias diferentes  A e B em nosso exemplo  Representam evidentemente dois papéis distintos olim  Ele usa ele usou aqui também uma hora fórmula eles vão Exemplo né  Ninho  Igual a casaco  20 m de linho  Igual a um casal  O Luiz parece o seu valor no casaco que serve de material para essa expressão de valor  Onde vagarinho vamos prestar atenção que parece tudo  Não tem importância quando você ver você  Perdeu o fio da história  Ele fala que o linho  Expresso seu valor  No casaco  Você já não se trata simplesmente  Ele tá falando  Isso é igual a quilo  Ele só tem uma definição uma interpretação  Um pouquinho diferente Ele tá dizendo o seguinte  Isso daqui  Expressa  Mostra  O seu valor nisso daqui  Portanto  Ao analisar coisa desse ponto de vista nós Já começamos a ver  Que a primeira parte da equação  Ela cumpre um papel diferente da segunda parte da equação  Análise do  Análise de pouca coisa é uma coisa complexa né  Uma coisa difícil de fazer  A Clara tá aí  É isso né  O que ele tá dizendo assim nós queremos saber o valor  Bom dia como é que nós podemos saber o valor de a  Esse valor tem que ter uma expressão que seja diferente de ar  Qual que é a sua expressão é b  Tá certo x da mercadoria igual a y da mercadoria B  20 metros ele é igual a um casaco  Primeira ideia isso daí  O primeiro termo da  Da troca da equação  Ele Expressa o seu valor no segundo termo  Claro  Tá claro ou não  Porque aí  Dia começa  Ontem tava tudo bem  Parece normal né  Ele falou seguinte  O papel da primeira mercadoria é ativo  O da segunda é passivo  Também ninguém tinha logicamente pensado nisso né  Por que que ele disse que o papel da primeira é ativo da segunda é passivo  Ele disse porque o seguinte quem procura expressar  É o primeiro termo  O outro serve como uma espécie de espelho  Ele reflete aquilo que o outro quer expressar ele expressa  Tá certo  Um problema dessa análise é justamente que você fica perguntando se você deve tá perguntando agora  Para que tudo isso  Para que tanta análise de uma coisa aparentemente tão simples  O valor da primeira mercadoria apresenta-se como o valor relativo  A segunda se apresenta na forma de valor equivalente o dia que Valente  Valor relativo porque logicamente que ele está expressando o valor em uma determinada relação com outra mercadoria  E o outro equivalente Porque como ele é o  O espelho a expressão  Tá certo  Ele é o equivalente da primeira  Ele fala o seguinte é a forma relativa do valor e a forma de equivalente  Se pertence uma outra  Se determinam  Reciprocamente inseparáveis  Mas ao mesmo tempo São extremos que mutuamente se exclui se eu ponho  Isso daí é nessa  Nessa parte da Leitura que o cara começa a flutuar dentro da leitura do livro Tá certo  Quem é que tá dizendo é o seguinte quando ele fala que ele se opõe a que ele pertence  E que ele se opõe  O que ele tá dizendo é o seguinte  Essa fórmula que ela deve ser vista  Na sua  Totalidade  Não como uma coisa  Separada ocasional aleatória  Mas como uma unidade lógica  Do confronto das mercadorias é que vai surgir  O movimento que vai levar o desenvolvimento das formas e valor  É isso que ele tá dizendo que quer dizer aqui é uma unidade  Elas estão Unidos não estão separadas elas não se encontraram por acaso  Do ponto de vista lógico  Tá certo  Mas ao mesmo tempo ele tá ele tá indicando o quê  Essa unidade é uma unidade de contrários  Eles não são a mesma coisa que eles são  Diferentes inclusive assinale  Opostos Eles estão numa relação de oposição de unidade de oposição  Se vocês já ouviram essa ideia em outras situações  Várias pessoas vão virar famosa  Lei dialética da Unidade dos contrários  Tá certo quem já ouviu  Reconhece com uma certa facilidade essa lei de elétrica  Quais são os Qual é uma expressão  Mas Clara dessa lei de Alex a luta de classe  A sociedade para cima e atenção nesse exemplo  A sociedade é uma totalidade uma unidade  Tá certo  Por exemplo o Brasil  O Brasil não é dois brasis  No entanto essa totalidade essa unidade que é a nação brasileira a sociedade brasileira  Ela é formada por dois elementos que estão Unidos aí dentro  E que se opõem mutuamente a classe operária e a burguesia  Tá certo  A luta de classes é um típico clássico exemplo  Unidade de contrários  A unidade de contrários para a gente entender a isso daí corretamente nós temos que entender  É uma unidade que forma um todo  Onde um elemento influencia o outro elemento  Tá certo o movimento interno da sociedade o que que é  Uma classe em outra classe nesse nessa luta  Entre elas  Elas vão provocando um desenvolvimento  Até que chega um ponto que  Calma crise revolucionária  Quem desenvolve a classe operária é a burguesia  Quem desenvolve a burguesia politicamente a classe operária  Quero ver a luta né esse confronto permanente da dos contrários que estão nessa  Ela vai já era uma realidade superior  Marta  Aplicando não no sentido de que ele  Procurou ajeitar a situação para cair da unidade do contra ele analisou a mercadoria  E descobriu ali nessa análise  Qual é a unidade de contrários  Que nós vamos analisar aqui calmamente  Passo a passo Tá certo  Então vou repetir o que ele falou aqui para a gente ser bem claro a forma relativa de valor  Reforma de equivalentes hipertensão  Uma pertence a outra  Se determinam uma determina a outra  Reciprocamente inseparáveis  Mas ao mesmo tempo São extremos que mutuamente se exclui  E se opõe  Você quer dizer  Um é igual o outro tá certo  Um não tem outro dentro desse ela exclui  Tira para fora diga mas assim  Essas formas são aplicadas  Ele falou seguinte são polos  Da mesma expressão de valor não me deve o contrário você tem polos  Os elementos  Extremos polares da sociedade  Ele disse o seguinte  Essas formas são aplicadas duas mercadorias diferentes sempre que a expressão de valores relacione uma  Não posso por exemplo expressar em linho valor do linho  Vamos ver isso aqui que é outra coisa importante que ele fala  Por que que é uma polaridade  Por que você não pode  Para ter uma relação de valor uma equivalência  Uma troca você não pode colocar duas mercadorias iguais  Para determinação de valores duas mercadorias iguais não produzem esse efeito  Você não pode colocar aqui 20 m de linha igual a 20m de linhas e não tá  Nossa relação  Onde a forma de valor possa se expressar Taquara  Tá em primeiro lugar  Você precisa que ela se embora tem uma coisa em comum que é o valor  Que elas sejam diferentes duas os polos tem que ser diferentes um do outro  Se não ele não consegue se expressar você não consegue expressar  O valor de uma mercadoria não sei nenhuma mercadoria  Que tenha uma forma física diferente da primeira mercadoria  Tá certo  Eu não posso trocar uma laranja por outra laranja não sei que elas não sejam iguais vamos supor  Você precisa de mercadorias que sejam efetivamente diferentes  Por isso que Marcos fala que ela se opõe  Nós vamos ver que dessa diferença  Elas vão cumprir um papel diferente né Nós já Vimos que uma é o lado ativo daquelas ama  O lado passivo que um Expressa o valor relativo que outro valor equivalente  Isso é uma realidade que a medida que a gente passa olhar  Essa troca de mercadorias  Começa aparecer os elementos da oposição entre os dois lados da mercadoria  A pessoa poderia chegar lá não é só uma troca trocar por bem então acabou a história  Mas aqui não Marcos tá fazendo análise  Do funcionamento lógico  Da troca de mercadorias  Não posso por exemplo se precisar em linho o valor do linho  20 metros é igual a 20 metros de linho não é nenhuma expressão de valor a igualdade aí tem outro sentido  20 m de linho  Não é mais do que 20 metros de mim uma quantidade determinada do valor de uso linho  O valor do linho só pode se expressar relativamente Isto É em outra mercadoria  O valor ele só pode se expressar de forma relativa  Ele não pode se expressar em forma absoluta como é que seria isso  Que mar que está falando que ele vai escrevendo a pessoa  Não consegue entender você não pode expressar o valor domínio sem essa outro lado da equação  O valor do linha x valor absoluto  Ele só pode se expressar em confronto contra mercadoria Tá certo ou não  Se a gente perguntar qual é o valor de um automóvel  O cara vai dar uma outra coisa  O que é uma medida de valor  Tá claro  A forma relativa do valor do livro pressupõe por isso que alguma outra mercadoria se contrapõe ao linho Como arquivar  Por outro lado essa outra mercadoria que figura com equivalente não pode achar se ao mesmo tempo  Forma relativa de valor  Não ela que expressa seu valor apenas fornece o material para expressão  Para expressão do valor de outra mercadoria  Tá certo essa fórmula que ele tá nalisando aqui  Esse lado da forma não pode expressar o seu valor relativo por essa mercadoria  Essa mercadoria que expressa o valor por aquela mercadoria  Ficou estranho tá certo  Por que que não pode expressar  Porque nós estamos vendo um determinado tipo de movimento  Troca de mercadoria onde  Essa daqui entra no mercado  Procurando uma expressão de valor encontra lá naquela  Para quê que eu vou falar agora Pode parecer estranho mas é mas é real  Para que essa mercadoria possa ser a forma  Relativa de valor e esta que é equivalente  A gente precisaria inverter a equação essa daqui precisaria entrar no mercado  Procurando um parâmetro uma medida do seu valor naquela outra  Tá certo vocês vão me falar o quê  Mas não é assim por um cara veio daqui com essa mercadoria  Tá certo  E achou esse cara mas isso cara também veio de lá com essa mercadoria achou esse aqui então as duas  Estaria fazendo a mesma coisa não  Só seria Verdade Aquilo lá se a gente  Passasse para o ponto de vista daquele Cidadão em vertencia Fórmula  Claro porque não é uma  É uma fórmula lógica  Então ela depende da ação que levou a existência dessa fórmula  Teria que mudar tudo de lugar  Foi você  O que que não ficou claro o que que não tá explicado não para mim não ficou Claro  Relativo e equivalente  Perdão entre ativo e passivo pelo seguinte porque ele não ficou Claro para mim  O primeiro é ativo que ele busca  O outro né busca ser um casaco  Falou que vai vai ser o casaco entendeu o arquivo ele quer expressar o seu valor  Vamos vamos transformar um minutinho Já entendi a sua dúvida desculpa  Como transformar 1 minutinhos para uma situação real  Tá certo  Eu  Como pessoa tem uma mercadoria  Vamos supor  Essa caneta  Tá certo  Eu quero vender essa caneta quero trocar ela por alguma outra coisa  O que que eu tenho que fazer eu tenho que encontrar  A mercadoria equivalente dessa daqui  Tá certo  Nessa situação não tem problema porque já não é mais uma fórmula lógica é uma situação real  Eu estou aqui com a minha mercadoria  Eu quero comprar Eu preciso de uma outra mercadoria  Que possa  Equivaler é essa aí então quer dizer ação  É óbvio tá do meu lado eu estou procurando a outra mercadoria  Tá certo  Então esse aqui é o polo ativo  E ele não falou relativo Eu quero saber qual é o valor da minha caneta em relação  Há outras coisas que existe  Tá certo  E portanto a mercadoria que eu vi era encontrar  Será  O elemento passivo equivalente  Transporta  Uma situação como essa parecida com essa para uma fórmula  Quero uma fórmula meio meio de uma fórmula matemática na verdade é uma fórmula lógica  Ele ele  A situações reais a uma fórmula lógica que é o seguinte quando há uma troca de mercadoria  Uma mercadoria  Cumprir o papel  Valor relativo  O papel ativo  Em relação a outra que compra o papel de equivalente a transformação de uma situação de fato  Uma fórmula lógica tá claro isso daí  Sim mas o que me despertou dúvida é o seguinte  De certa forma um casaco também se interessa por 20 m de linha para ser um caso  Lógico nesse caso a gente para expressar Essa realidade a gente tem que colocar o casaco  E o menino lá  Tá certo agora agora não agora você fica aí  Não é possível você tem a fórmula dos dois compre as duas funções ao mesmo tempo  Quer dizer ou você ver a função de um lado você do outro mas de qualquer maneira você vai ver sempre a mesma realidade  Quando o linho compra a função de valor relativo  Outro Obrigatoriamente tem companhia função de  Valor equivalente  É uma fórmula entendeu o Marcos Marcos coloca ali a pessoa ler e passa batido não  E até fala bom Que que é isso não é para que esse negócio  Mas se a gente não entende você não entender a conclusão final também  A confusão vem da extração do mercado que é uma fórmula na que é uma abstração  Daquilo que existe na realidade  No momento não existe um mercado estabelecido são trocas ocasional  Historicamente  A forma simples de valor se reflete se refere a  Situações primitivas de troca loja a dificuldade talvez Nossa de entender  A dificuldade Nossa talvez entender  Essa questão de colocar o ativo e o passivo é que a gente tem o mercado como está  É mas elas continuam sendo  Não exatamente assim mas análise corresponde o que que foi falado iPhone  Vocês entenderam a observação dele só uma coisinha da pergunta  A nossa dificuldade com essa abstração aqui  Aqui nós não temos presente o  Eu tava acostumado com uma grande troca de mercadorias  Daí a dificuldade de reduzir tudo isso na fórmula  Lógica até porque a gente não reduziria a situação que nós devemos a esta fórmula mas só as fórmulas  Ouvir  Depois no desenvolvimento desta forma  Hoje vou ver se eu tô fazendo alguma confusão Eu tô entendendo que  Ele primeiro ele pegou um exemplo  Não sei se podia pegar um outro não sei mas ele tem um exemplo e casaco na quantidade de 20  Metros e um casaco posso comprar uma coisa você já começou  Com erro que vai atrapalhar o raciocínio não começou com um exemplo aqui ó  Não ele começou com uma fórmula abstrata  X da mercadoria a = y da mercadoria B depois ele deu um exemplo  Para facilitar na exposição mas a fórmula é essa daqui não essa daqui  Tá certo aí  Nessa Nita aí pegou como exemplo 20 m e um casaco  Aí a minha pergunta que eu tô fazendo o quê que tem a 20 m de linho com casaco aí eu voltando um pouco né  Anterior  O que você fez eu te entendo que existe  Houve uma força de trabalho nesse 20 m de linho e uma força de trabalho naquele um casaco  Então se a gente mais ninguém porque o cálculo feito significava que custava r$ 1 aquele negócio  R$ 1 dentro da formulação né do que os títulos 20 metros para falar que no  Igual um toque ouvir uma força de trabalho de trabalho aí dos dois exemplos mas dentro dessa lógica aí  Estuda aí  A gente começou com essa ideia  E Agora Nós estamos analisando  A forma que assume o processo de troca  Lembre-se que isso aqui é  Troca simples  Primeira etapa que Marx Analisa Tá certo  Estamos pressupondo  O que as mercadorias como produto do trabalho humano tem trabalho humano incorporado  Por isso é uma equivalência porque não é possível  Fazer equivalência de uma matéria material  A fisicamente com outro material B porque se não existe equivalência social tudo isso está pressuposto  Avançando em cima dessas ideias  Claro  Ativo passivo é então no caso eu tenho eu tenho uns 20  Mil e você tinha lá seu casaco apartamento que eu te procuro  É nesse sentido eu sou alimento ativo mas se eu tivesse ao contrário aqui com meus 20 metros de linha eu vou ser seu caso  Você me procurasse não para mim aí como é que você está  Procurando ao mesmo tempo  É uma fórmula dificuldade de uma fórmula lógica  Você entendeu  É como se eu pegasse aqui para  Descobriu o valor de alguma coisa ou reduzisse tudo o número como colocar  A variável  Papai entendeu  Eu transformo a realidade  Numa fórmula  Lógica que é parecida com a fórmula matemática né parecida mas não identifica  Esse ponto aqui  É justamente no comecinho que a pessoa está lá para poder  É o seguinte nós temos uma realidade tá certo  Esse prédio aqui  Se viesse aqui um engenheiro  Você concorda comigo que ele pode transformar tudo isso que tem aqui em fórmulas Matemáticas  Peso  Pressão papai fórmulas Matemáticas e físicas estamos de acordo nisso  A realidade ele ele o que que ele fez a realidade está aqui  Ele transformou tudo em fórmulas Matemáticas  O que quer dizer o quê quando você for construir um prédio você teria que  Se conduzir por meio das suas fórmulas Gerais abstratas  Claro  É isso que Marcos fez nós temos um processo de troca histórico  O que o que nós estamos vendo aqui o processo histórico de troca  Marcos vai ver a evolução das formas do processo de troca  Tá claro então que que ele faz ele procura transformar tudo isso  Fórmulas para mostrar  Qual é o conteúdo desse processo de um ponto de vista científico  O quê que acontece  Embora  Na vida real duas pessoas podem estar procurando se encontram lá para trocar uma mercadoria  Ao fazer a fórmula  Você tem que fazer a fórmula não sentido determinadas você não pode registrar essas duas  A sua fórmula não vai funcionar  Tá certo você precisa pegar nenhum dos dois lado você tem  Fulano  E sicrano tá certo  Não procurou outro para trocar para expressar a fórmula eu preciso pegar de um lado  Mostrar o processo de troca desse lado Tá certo  Ah isso daí prejudica realidade que o outro também tava procurando não basta você inverter  Fórmula que você tem a realidade do outro cara também  Vocês entenderam porque que ele  Não coloca os dois na fórmula  Não faria sentido dos dois termos equivalentes a uma fórmula  Sem pé nem cabeça  É aquele negócio que eu falei uma abstração  Ele procura eliminar os elementos  Por exemplo  Pikeno e Menor  Quero Necessário eliminar  O fato de que duas pessoas podem estar lá procurando a mercadoria para você falou  Eliminou isso aí  Vamos pegar o caso único puro  Uma mercadoria Fight  Encontra outra  Senão não tem fórmula fala  Não sei se vocês vem para o Cabe aí mas poderia ser o o real é a moeda real  Ative o dólar passivo ou não se embora seja muito complicado em relação que nós estamos  É uma troca de mercadorias  Você quer dizer entendeu que você quer dizer que você quer dizer o seguinte que  No mercado internacional ou real pode expressar o seu valor em dólar  É mesmo a situação logicamente considerada  Entenderam  Se você for no mercado mundial você não pode chegar na Suíça e falar assim posso pagar em reais que nem mais saber do que está falando  Euro  Dólares  Tá certo então quer dizer o seu dinheiro só de só de kiri uma expressão de valor  No mundo internado não mudou  Global internacional  Através da relação com outra moeda que é o dólar  Aí então falou r$ 1 = 0,30 de dólar  Então o real é a forma  Relativo ao dólar é o equivalente  É só um exemplo bem concreto que mostra o sentido da Fórmula né  Aí você poderia perguntar mas não tem um gringo que vem aqui e quer trocar dólar por real  Quando o gringo vem aqui quer trocar dólar por real  Uma situação mais secundária e vértice A relação  Você precisa assumir um ponto de vista o ponto de vista  Do processo de troca real né  Porque eu sou toda troca  Do ponto de vista ouvir o que ela falou  O que seria o problema de adquirir um ponto de vista  Claro é um problema de ter um ponto de vista mas  O ponto de vista é o ponto de vista de fulano  O disse que ano o ponto de vista é  O ponto de vista do processo real de troca  Vi uma mercadoria qualquer que ela seja  Todas se trocam dessa forma  Por isso que a gente colocar a fórmula oposta para os dois  Não reflete a realidade  Por que tanto para um comprar outro só isso aqui reflete Avenida  E nós vamos ver porque esse aqui parece assim  Um jogo maluco  Quando você começa a analisar  Mas a hora que ele chegar no final vocês vão ver que é absolutamente  Lógico  Esse modo de analisar acoes