40 anos da lei da anistia: anistiaram os torturadores

Completaram seus 40 anos  Da Lei da Anistia  Como é chamada a Lei da Anistia  Saudades tia  Total em geral e restrita Como apresentar uma época  Queria todo mundo teria sido anistiado né torturados  E torturadores  É só quem foi torturado  Já foi torturado  Mas serviu para anistiar os torturadores ninguém foi preso  Mataram um monte de gente torturar um monte de gente nem sabe quantos  Os números que aparecem são ridículos na centena sendo que foi muito mais do que isso  Tem muitas evidências de fermento mais do que isso  Todo mundo impune e pronto para  Fazer de novo  Eu acho que o que acontece no que aconteceu no Brasil com a Lei da Anistia  Eu acho que primeiro de tudo a gente tem que colocar  A Lei da Anistia precisaria ser modificada  Porque não pode anistiar gente quem é Carlos Alberto brilhante ustra  E teve tudo bem o próprio dente se foi condenado depois ele nunca pegou o cabelo  Só condenado  A maioria dos amigos do ustra e tudo  Se organizaram a tortura que praticaram a cultura eles são todos livres  Não sabe nem o nome  Que não sabe nem os nomes  A gente não sabe por exemplo  Desse generalizações aí que hoje compõem o governo bolsonaro que tem parentes no exército  Se eles não estavam metido nisso um dele sabe o que tava  General Sergio Sergio Westphalen etchegoyen  O tio dele senão ele chegou era responsável pela casa da morte de Petrópolis  Mais um aparelho de tortura da ditadura  O que aconteceu  Na época da Anistia foi que eles deram  Uma limpar uma ficha de todos esses cidadãos aí que são gente Cruel gente  Torturou pessoas assassinos estupradores  E agora  Nós estamos vendo nós estamos pagando a conta que eles estão todos aí os filhos deles estão aí  No governo bolsonaro  A gente vê que o governo bolsonaro uma espécie de redes Sandu  Ele fica olhando essas coisas  O que não é só conversa né  É uma ameaça bem concreta O país inteiro  Eu acho também importante o fato de que a Lei da Anistia foi promulgada pelo então presidente  João Batista Figueiredo  Lembrar que não foi à esquerda aqui fez  Direito  Não tem qualquer direito foi a extrema-direita o Figueiredo foi doar sem mim  O momento que eles estão vendo que a coisa podia sair do controle do controle  Que que eles fazem eles matam e torturam  Eles estupram gente Pessoal conta histórias macabras da época da ditadura do tipo  Ditadura mensagem de tortura bebês para conseguir fazer com que os pais confessar-se um negócio desumano  E essas pessoas são livres  Isso daí  Isso daí é uma das coisas que a gente tem que aprender com a revolução com a Revolução Cubana  Quando a Revolução Cubana aconteceu pessoal crítico muito honesto te levar porque ele organizou os lamentos  Mas os fuzilamentos  Era um de gente assim  Na Argentina tem uma palavra de ordem  Tiara que nunca foi colocado em prática infelizmente  Eles falavam  Paredão paredão a los milicos que venderam la nación  Que horas solução que o povo argentino queria dar para o problema militar  Lembrando daqui lá  Frequentemente é dado assim como um grande exemplo  Mas  Foi só topolino cúpula  Eles ficaram a cúpula para manter o corpo do  De torturadores e de militares  Onde eles estavam  É horrível  A Lei da Anistia permitiu tudo isso daí permitiu que essas pessoas continuassem livres  Permite uma doutrinação enorme do exército  Hoje em dia tem o exército tomado pela extrema direita tinha na época da ditadura mas isso continuou que eles fizeram  Continuar o impunes  Eu acho  Qualquer governo de esquerda tem que colocar  Na ordem do dia questão de de  Punição para os militares os torturadores da ditadura  Para todo mundo que participou desse regime brutal de ataque a população brasileira  Não precisa ser revolucionário precisaria ser democrata  E que hora nós temos um deles que apesar de não ter participado dessa tortura nem nada  Tião dos admiradores que a presidente da  Dedicou o voto dele é um torturador  Na no dia do golpe né na cama  Dia 20  Dilma Rousseff  Exatamente dedicou o voto dele para o Coronel Carlos Alberto brilhante ustra torturou Dilma  Chefe da operação Bandeirantes  Cara de volta aí  Funk que querem