As consequências do reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel

uma série de questões internacionais  são importantes para a compreensão da  situação política nacional  a primeira delas é a a decisão tomada  pelo presidente estados unidos de  transferir de maneira oficial a a a  embaixada norte-americana para  jerusalém  o que significa na prática um  reconhecimento de que jerusalém é a  capital do estado de israel  uma uma proposta política que sempre  foi contestada pelos árabes e que o  governo norte americano nunca tinham  tido é coragem de tomar como iniciativa  devido à crise que se poderia armar a  decisão surpreendeu várias pessoas é  muita gente acha que só uma coisa  desastrosa que foi feito que vai acirrar  os conflitos no oriente médio vai criar  uma série de problemas o que é óbvio   uma vez que certos estados árabes mais  reacionários como é o caso da arábia  saudita mantêm uma aliança informal  com israel  com essa medida dos estados unidos vai  ser bom se acirrar os ânimos e essas  alianças vão se tornar mais difíceis  a maioria dos estados árabes estão em  crise  se não a totalidade ea o acirramento  dessas contradições vai levar a uma  uma crise ainda maior dos estados mais  reacionários e uma mobilização  popular contra o imperialismo contra  israel na região  de um ponto de vista geral o os  analistas que não são de direita  considera que a medida desastrosa  é por exemplo né na própria imprensa  israelense nahum dos principais jornais  de israel que um jornal digamos assim é  liberal no sentido político da palavra  rara condenou e falou que israel vai  acabar pedir pagando um preço alto por  essa medida  então quer dizer está longe de ser uma  coisa consensual grande é uma parte uma  boa parte da imprensa internacional  particular norte-americana já  demonstrou que na realidade essa é uma  medida improvisada tomada pelo pelo  trânsito para fortalecer a base social  desde a base política dele né  entre os setores evangélicos que  defendem essa aliança com israel entre  os próprios judeus que apóiam  norte-americanos que apoia o partido  republicano é e fica assim explicado  porque que foi feito isso daí quer  dizer é uma medida de política  internacional causada por necessidades  de política nacional dentro dos estados  unidos  o que a maioria dos jornais num montar  explicando nem brasileiros e  internacionais não querem fazer trazer  a às claras não querem colocar às  claras essa ligação é que isso daí  tem a ver com o movimento que se iniciou  já concretamente no sentido da  deposição do presidente estados unidos  normal tanto é que é encaminhada pela  digamos assim mais tradicional da  política norte americana ligada ao sial  o sistema financeiro internacional a  grande imprensa norte-americana etc  é como nós já phil já mostramos  várias vezes o tranco  é uma pessoa que apresenta um programa  que contraria os objetivos tradicionais  do núcleo fundamental do imperialismo  mundial em particular do imperialismo  norte americano e há um movimento para  promover o impeachment do presidente  norte americano como resposta ele  lançou essa medida de política  exterior no sentido de reforçar sua  base e logicamente não só reforçar a  sua o seu apoio da opinião pública em  geral mas reforçar o seu apoio dentro  do congresso norte-americano né  é uma mais serviço uma inclinação no  sentido é do fortalecimento da união  entre o grupo do trampo e um outro grupo  de direita que são os evangélicos mais  radicais entre os estados unidos ea e os  setores judeus também mais radicais  mais direita  o que nós vemos aqui né é importante  a gente fazer uma rápida análise é  como a crise interna na burguesia norte  americana leva ao aprofundamento da  crise internacional porque que os  setores tradicionais da política norte  americana nunca haviam dado esse passo  no sentido de apoiar a reivindicação  de setores eles carlenses de que  jerusalém fosse a capital do país  porque eles consideram que é um passo  muito arriscado  nós estamos vendo aqui um mecanismo  clássico de aprofundamento da crise uma  contradição leva outra contradição  é como tranqüila ameaçado dentro dos  estados unidos  setores de direita estão ameaçados  entre os estados unidos no ponto de  vista de perderá a presidência da  república estão enfrentando um inimigo  muito poderoso que é o setor mais  propriamente imperialista  da burguesia norte americana ele adota  essa política internacional no sentido  de se resguardar dentro de casa mas ao  fazer isso daí é ele acentua de uma  maneira bastante grande a crise  política no oriente médio onde as  posições do imperialismo norte  americano estão cada vez mais fracas  nós vemos aí que é o imperialismo  teve que concluir um acordo com a ue  irá no sentido de manter uma certa  estabilidade na região que eles não  estavam conseguindo manter nós vimos  que os norte americanos foram derrotados  na síria e de um modo geral nós  estamos vendo o o agravamento das  condições políticas em todos os  países do oriente médio  nós tivemos recentemente a crise na  arábia saudita que não com certeza  embora não haja nenhuma grande notícia  na imprensa sobre os desdobramentos  dessa crise  a crise está se aprofundando e vai se  aprofundar e inevitavelmente né  é a notícia depois da do atentado a  uma a uma igreja no no sinai no egito de  que o estado islâmico que foi derrotado  na síria e foi derrotado no iraque  estaria dominando toda a península do  sinai  o que é um sinal muito grande de crise  um sintoma muito grande da crise do do  governo egípcio que alguns anos atrás  é se estabeleceu através de um golpe  militar então nós vemos aí uma  decomposição total da situação no  oriente médio que é uma situação  vital para o imperialismo dada não só  a posição geográfica do política na  do ponto de vista geográfico dos  países do oriente médio  aquilo tem um enorme poder de  contaminação porque há vários  países da ásia que são muçulmanos  na capital mas também é um lugar onde  se trava uma luta gigantesca pelos  recursos petrolíferos mundiais que  estão acumulados naquela região então  a crise norte americana  não podemos dizer assim ela se despejou  num agravamento da crise no oriente  médio o que mostra que é como nós  havíamos colocado anteriormente a  eleição do trump não eram não era  nem tanto um sinal do avanço da direita  como um sinal de que o regime político  norte americano estava entrando em  decomposição  nós da causa operária tv  queremos uma tv que fica 24 horas no ar  para rebater todo o monopólio da  imprensa golpista  para isso precisamos do dinheiro  precisamos da sua contribuição para  contribuir é só entrar no link que vai  aparecer aqui na descrição e contribui  com quanto puder e o quanto quiser  é isso aí